Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Quem continua a ser charlie?

por contrário, em 30.03.16

Esta é a pergunta que se impõe fazer no dia de hoje:

 

Quem continua a ser charlie?

 

Retirado de www.sabado.pt

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

À espera dos golos de Ronaldo...

por contrário, em 26.03.16

Portugal perdeu ontem por 0-1, num jogo de preparação frente à Bulgária. A selecção portuguesa criou muitas oportunidades de golo, apesar de não ter feito um grande jogo. Verdade seja dita, a selecção portuguesa não faz uma exibição bem conseguida há muito tempo, mesmo tendo vencido quase todas as partidas.

 

Agora o caso mudou de figura, fraca exibição e uma derrota frente a um adversário pouco perigoso. Isto é grave? Eu diria que não, já que se tratou de um jogo de preparação e, como se costuma dizer, é melhor perder em jogos de preparação e vencer nos jogos "a sério". Contudo, fico incomodado quando ouço o seleccionador Fernando Santos afirmar que "o guarda-redes da Bulgária fez defesas sem saber ler nem escrever" e que "Ronaldo está a guardar os golos para o Europeu". E acrescentou que "não gosta de perder nem a feijões" e que "a selecção nacional fez uma das melhores exibições".

 

Jogadores como Ronaldo (e Nani, outro exemplo) falharam golos de baliza aberta. O Nani conseguiu ser mais eficaz do que os centrais da Bulgária ao salvar o golo por duas vezes em cima da linha de baliza, já Ronaldo nem de penálti conseguiu marcar, mesmo quando o guarda-redes que, segundo Fernando Santos "não sabe ler nem escrever", já estava deitado no chão à espera do remate de Ronaldo, só precisou de levantar o braço.

 

Como referi atrás, a selecção portuguesa não faz boas exibições há muito tempo, pelo que o facto de ter tido tantas oportunidades de golo (frente a uma selecção, enfim, acessível) faz crer aos responsáveis da nossa selecção que fizeram uma exibição fantástica. Errado.

 

O que eu vejo são os mesmos erros de sempre. O excesso de confiança, a fanfarronice, o rei na barriga que, por experiência, já sabemos no que vai resultar daqui a poucos meses em França. Mas o seleccionador nacional e alguns jogadores continuam a afirmar que Portugal é candidato a vencer o Euro. Pura arrogância e falta de noção da realidade. O costume.

 

Julgava que Fernando Santos percebia um pouco mais da poda, mas ele está confiante nos golos que Ronaldo vai marcar no Euro. Bem pode esperar sentado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Carlos Cruz "trocado por miúdos"...

por contrário, em 24.03.16

Carlos Cruz decidiu, agora, falar sobre hipotéticos subornos que terão sido exercidos pela candidatura de Portugal ao Euro2004. Segundo o próprio, que à época integrava a comissão da candidatura portuguesa, José Sócrates e Gilberto Madaíl terão comprado votos a algumas federações.

 

Independentemente de ser ou não verdade, pois já sabemos como funcionam as coisas neste meio, por que razão só agora Carlos Cruz resolveu falar? 

Para aumentar as vendas do seu livreco?

Para se vingar do mundo? (já que parece que o mundo conspira contra si...)

Afinal, foram 12.500 ou 15.000 dólares?

Uma vivenda no Algarve por 100.000 euros? Tinha água canalizada?

Ainda guarda a cópia dos e-mails?

Tem provas do que está a afirmar?

 

Fiquei intrigado e cheio de dúvidas. Ó Carlos Cruz! Podes trocar isto em miúdos?

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marcelo só usa gravatas azul celeste?

por contrário, em 21.03.16

Tenho reparado que Marcelo Rebelo de Sousa só usa gravatas de cor azul celeste. Ou então é muito poupadinho e só tem aquela...

Autoria e outros dados (tags, etc)

O ministro do Trabalho e da Segurança Social, Vieira da Silva, disse estar relativamente tranquilo em relação à situação do Montepio e que julga não haver nenhum risco de ruptura da instituição. Entretanto, já se sabe que o Montepio integrará, a partir de segunda-feira, o principal índice da bolsa portuguesa - o PSI20. Se bem que isso não vale assim tanto como aparenta, veja-se o que aconteceu com o BES e o Banif.

 

Reconhecendo credibilidade e sobriedade à pessoa de Vieira da Silva, não posso deixar de reagir com algum cepticismo em relação às suas afirmações. É que sempre que se ouve um político falar bem de um banco, normalmente dá barraca.

 

Mas esse vício costuma ter outros donos…

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fico perplexo ao constatar uma comunicação social tão hábil na arte de raposinhar e, acima de tudo, tão obediente a certas entidades, ainda não ter tido a astúcia para conjugar os nomes "Sócrates" e "Lula" na mesma frase.

 

Não deve faltar muito, até porque já se tem visto uns pequenos sinais que me levam a intuir que isso está para breve.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quem será o próximo convidado de Marcelo?

por contrário, em 18.03.16

Depois de terem noticiado que Marcelo Rebelo de Sousa convidou o Papa Francisco a visitar Portugal, parece que no seu regresso a Portugal Marcelo pernoitou em Madrid, onde aproveitou para convidar o rei de Espanha.

 

A pergunta de hoje é: Quem será o próximo convidado de Marcelo?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esta é a grande dúvida do dia. Contudo, não posso deixar de colocar outra questão:

 

A vinda do Papa a Portugal não estava já agendada para o próximo ano?

 

Tenho a certeza que "Sua Santidade" já havia confirmado a sua vinda a Portugal em 2017, aquando das comemorações do centenário das aparições. Devo ser o único que se lembra de ter ouvido isto... Ou então, é mais um "milagre" que querem atribuir a Marcelo. Deve ser isso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

É Lula ou Polvo?

por contrário, em 17.03.16

As manifestações no Brasil contra a “Presidenta” Dilma Rousseff e, agora, contra a entrada de Lula da Silva para o Governo, que está a ser alvo de investigações na operação Lava Jato ganharam novos contornos.

 

Hoje um pequeno grupo de pessoas foi até ao Palácio do Planalto protestar, desta feita de uma forma mais agressiva e intimidatória. A esse pequeno grupo de protestadores juntou-se um grupo ainda menor de deputados da oposição, que tentou apresentar um protesto contra a nomeação de Lula da Silva.

 

Tem-se verificado nos últimos tempos, no Brasil, uma onda de protestos contra o Governo de Dilma e uma “perseguição” a Lula da Silva (Mensalão e Lava Jato) que, podendo ter razão de ser a verdade é que, até ao momento, o ex-Presidente Lula não está acusado de nada. A verdade é que uma suspeita actuação dos órgãos judiciários, aliada a uma campanha de difamação por parte de alguma imprensa parece já ter condenado, logo à partida, quer Lula quer Dilma.

 

Repito, as investigações em curso podem ter razão de ser, acredito que sim, mas quando vejo a justiça a agir desta forma (com permanentes violações do segredo de justiça) fico logo com a sensação que é mais corrupto quem investiga do que quem está a ser investigado. Toda a gente sabe que a justiça brasileira sempre sofreu de uma enorme perversão, mas quando vejo um juiz a quebrar o sigilo de uma operação de investigação só porque deixou de ter o poder para julgar “o investigado” (passando a investigação para outro foro judicial, saliente-se), não tenho dúvidas sobre a intenção e a isenção desse mesmo juiz em todo o processo. Lá como cá, a discricionariedade de uns certos privilegiados do sistema judicial é o prato do dia.

 

Para já, visto aqui de longe, parece-me que estão a querer fazer de Lula o Polvo desta trapalhada. Parece-me que há uma certa Direita alicerçada nos antigos regimes, muito empenhada em destruir mais um governo de Esquerda, isso sim.

 

Olhando agora um pouco mais de perto, estou em crer que afinal Portugal e Brasil estão mais próximos que nunca. É isso aí! Estamos juntos nessa, irmãos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cristas: “a safe pair of hands”

por contrário, em 13.03.16

Está a decorrer este fim-de-semana o Congresso do CDS, no Pavilhão Multiusos de Gondomar. Ouvi dizer que este congresso serviria para eleger o novo líder do partido, ou melhor, a putativa nova líder. Mas a verdade é que este congresso tem servido apenas para consagrar Paulo Portas. E como ele gosta disso.

 

Este congresso mais parece uma sucessão de testemunho dinástica, à moda norte-coreana ou angolana. Talvez por isso, Portas não tenha deixado de falar em Angola, país cujo modelo de governação ele muito preza.

 

Os trabalhos ainda não tinham começado e Nuno Magalhães já pedia ao eleitorado de centro-direita para votarem no CDS, mas diz que isso não quer dizer que deseja “desviar” votos do PSD. Disse mesmo que gostaria de ver o CDS e PSD a crescer. Que me explique como é que isso é possível, dentro do eleitorado de centro-direita.

 

Portas, por seu turno, disse claramente que quer “roubar” votos ao PSD e assim poder vir a fazer parte de uma nova “geringonça”, uma que seja mais à sua maneira.

 

Portas revelou também uma faceta que eu desconhecia, é adivinho. Ele sabe que muitos dos eleitores que, em condições normais escolheriam votar no CDS, a poucos dias das eleições mudam a sua intenção de voto porque têm medo que o PS vença ao PSD. Então, segundo Portas, é importante que as pessoas confiem no seu instinto e votem na sua primeira escolha, que é o CDS pois claro. Ficamos a saber que o PSD tem vencido algumas eleições porque são uma segunda escolha. E, se calhar, é por isso que o PSD tem convidado o CDS para fazer parte dos governos que tem liderado. E o CDS aceita, não pela sede de poder, mas porque sabe que os votos que deram a vitória ao PSD lhe pertencem e, portanto, é justo que façam parte desses governos.

 

Mas faz algum sentido este raciocínio de Portas? Note-se bem, o CDS nunca conseguirá chegar ao poder sozinho, assim como nunca será o partido mais votado numa eleição. Nunca PSD e CDS juntos formaram governo sem que tivessem uma maioria parlamentar. Qual a diferença de um governo PSD/CDS em que o PSD é o partido mais votado (vencendo o PS) e com a soma dos votos do CDS atinge a maioria parlamentar, e um governo PSD/CDS em que o PSD não é o partido mais votado (perdendo para o PS, por exemplo), mas que com a soma dos votos do CDS pode formar governo?

 

Só se vislumbra duas diferenças. A primeira é que o CDS poderá aumentar o poder dentro de uma eventual coligação com o PSD, poderá chantagear ainda mais o seu parceiro de governo e poderá abocanhar mais gamelas de poder. A segunda é que o CDS sonha poder ser o contrapeso de uma futura solução governativa, para ambos os lados. Ou seja, o sonho de Portas é que o CDS possa ser sempre “a soma de votos que fará falta, seja ao PSD seja ao PS”, para formar governo. Assim garantirá sempre uma posição de poder. É por esta linha de actuação política, entre muitos outros maus exemplos, que eu não vejo nenhuma razão na existência deste partido que, mais dia, menos dia, será definitivamente condenado a reduzir-se à insignificância. Isto é que é ter sede de poder, só pelo poder. Se um dia o BE ou PCP estivessem em condições de formar governo com a soma dos votos do CDS, estes oferecer-se-iam imediatamente para tal solução.

 

Portas, em pleno dia da "suposta" saída de cena, corta definitivamente os emporcalhados laços que uniam CDS a PSD, elegendo estes últimos como os seus principais adeversários políticos a partir de agora. Repare-se que Portas até já foi ao encontro do PS, quando sugeriu a saída do governador do Banco de Portugal. Tal como referi, já se está a pôr a jeito do PS. Isto não me surpreende. É apenas o habitual contorcionismo político de Portas.

 

Portas voltou a criticar a forma como António Costa chegou a primeiro-ministro, alegando que a partir daquele momento tudo mudou e que pode chegar ao pote do poder qualquer partido, até mesmo o CDS. Portas não sabia que isso era possível? Portas não concorda com a forma como se constituiu o actual governo, mas está mais empenhado do que nunca em usufruir de uma situação semelhante. Um artista este Portas!

 

Paulo Portas ainda não conseguiu ultrapassar a derrota. Está tão revoltado com a solução governativa encontrada, apenas porque tal coisa nunca lhe havia passado pela sua cabecinha maquiavélica e, sobretudo, porque não faz parte dela.

 

Já Nuno Melo diz que está 100% com Cristas e espera que Paulo Portas fique por perto. Eu estou em condições de sossegar a mente perturbada de Nuno Melo e garanto-lhe, desde já, que Portas não vai a lado nenhum. Ele vai estar sempre por perto, já que Cristas será “um par de mãos seguras” que assegurará que o CDS continuará a ser o partido de Paulo Portas, dele, só dele e de todos quantos queiram servi-lo. 

 

Antes de terminar, uma última consideração sobre o facto de o CDS ser o único partido político em Portugal que usa e abusa de Jesus Cristo e seus ensinamentos para obtenção de proveitos eleitorais. Uma vergonha! Um verdadeiro cristão jamais usaria o nome de Jesus Cristo e a sua doutrina para obter votos.

 

Este CDS não é uma geringonça, é uma tremenda de uma caranguejola.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D