Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Animais são seres sensíveis

por contrário, em 22.12.16

Em Maio deste ano escrevi um texto intitulado “Animais não são coisas”. Nunca considerei os animais como coisas, como objectos. Para mim os animais são isso mesmo, animais, e merecem todo o meu respeito.

 

Hoje, finalmente, a Assembleia da República (ou parte dela) conseguiu dar um pequeno, mas importante passo no âmbito da legislação animal. Em termos legais, os animais deixam de ser “objectos” e passam a ser designados como “seres sensíveis”. Infelizmente, ainda não foi possível produzir as alterações necessárias ao enquadramento legal dos maus-tratos sobre animais. PS, BE e PAN pretendiam o agravamento das penas, mas PSD, CDS e (pasmem-se ou não) o PCP não permitiram que se alterasse também o Código Penal.

 

Eu gostaria de desafiar o PCP a justificar o seu sentido de voto. Refiro-me concretamente ao PCP, porque é o partido que costuma apontar o dedo aos grandes grupos económicos e aos lobbies que minam as decisões políticas. Em relação aos outros dois (PSD e CDS) é mais do mesmo, não seria de esperar outra coisa.

 

De qualquer forma, o primeiro passo está dado. Esperemos que em breve a Assembleia da República esteja em condições de avançar um pouco mais.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D