Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mãos incendiárias

por contrário, em 16.10.17

Ontem, em poucas horas, o país inteiro ficou a arder. Obviamente que não houve meios de combate suficientes para combater tantos incêndios em simultâneo. Já todos sabemos que o Estado Português não está preparado para combater situações catastróficas e também sabemos que a esmagadora maioria dos incêndios têm mão criminosa. Mas o que aconteceu ontem deixou bem claro que, em Portugal, existe uma máfia dos incêndios. Desprezíveis terroristas do fogo.

 

Depois do que aconteceu este ano (por exemplo, na zona de Pedrógão) e sobretudo ontem, já ninguém poderá duvidar da existência de um grupo altamente organizado, devidamente dotado dos meios necessários para perpetrar incêndios em larga escala. Esse grupo de criminosos tem cobertura nacional e objectivos bem definidos. Eu não tenho dúvidas que esse grupo de bandidos está intimamente conectado com alguns políticos de beira de estrada, que proliferam de norte a sul. Mas isso é trabalho para a investigação policial que, por esta altura, também já deveria ter mais respostas para dar.

 

Espero que um dia destes saibamos quem são as verdadeiras mãos incendiárias e que parem de entregar a culpa em supostos criminosos isolados que, aqui e ali, vão incendiando as florestas só porque estavam bêbados, desempregados ou outra coisa qualquer. Isto trata-se de crime organizado puro, não é obra de meia dúzia de desgraçados.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D