Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Isabel dos Santos terá aguardado cerca de 30 minutos num autocarro de transporte de passageiros no aeroporto de Lisboa, facto que a terá desagradado sobremaneira. É sabido que ninguém gosta de esperar, mas há muitas formas de se matar o tempo de espera, sendo que algumas delas fazem com que meia hora pareça um momento efémero.

 

E eu, que me preocupo muito com o precioso tempo da filhinha do “zedu” tenho a solução. Assim, da próxima vez que a Isabelinha se encontrar no aeroporto de Lisboa ou em qualquer outro sítio à espera, sugiro-lhe que faça o seguinte exercício:

 

Comece por pensar na quantidade de pessoas que, nesse momento, estarão a agonizar e a morrer em Angola com malária e febre-amarela.

 

Quantas famílias estarão no exterior de uma qualquer morgue angolana a lavar e vestir os corpos dos seus entes queridos, tentando dar-lhes um funeral condigno.

 

Quantas pessoas estão a contar os poucos kwanzas que têm no bolso e vão poder fazer uma refeição completa nesse dia.

 

Quantas pessoas estão há meses à espera de atendimento médico e medicamentos básicos.

 

Quantas crianças terão morrido nesses 30 minutos, num dos países com maior índice de mortalidade infantil.

 

E, já agora, se ainda houvesse tempo e uma vez que se encontrava em Portugal, deveria também pensar na quantidade de trabalhadores portugueses que em Angola estão privados do seu dinheiro. Deveria pensar no tempo que têm que esperar para poder movimentar parte das suas poupanças e quanto tempo mais vão ter que aguardar para transferir e dispor do restante dinheiro que lhes pertence e que está bloqueado, pelo regime, nos bancos de Angola.

 

Se a princesinha Isabel tivesse aproveitado os 30 minutos de espera para pensar em tudo isto, ao invés de tirar visonhas selfies e publicá-las online, veria que aquela aparentemente demorada meia hora lhe teria parecido um fugaz segundo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Isabel dos Santos corrupta? Tenham juízo...

por contrário, em 12.12.15

Mas quem se foi lembrar de uma coisa destas? Isso é coisa do diabo.

 

Isabel dos Santos é uma santa! Estes tipos da ONG Transparência Internacional nunca ouviram falar no "milagre dos dólares"?

 

Reza a lenda que desde muito tenra idade, Isabel – a princesa de Angola - demonstrou uma enorme capacidade para colher simpatias e agraciar os membros da nobreza. Então, seu pai, um rei tirano que assombrava o reino ordenou que sua filhinha querida tivesse livre-trânsito e pudesse passear por todo o reino, sem qualquer tipo de restrição. Isabel, que adorava percorrer os corredores das cortes, rapidamente conseguiu estabelecer relações de proximidade com os Barões da Sonangol, os Duques da Unitel, com os Regentes da Banca, e cedo demonstrou o especial dom de aparecer no palácio real com muitos dólares no regaço. Seu paizinho não conseguia acreditar nos poderes miraculosos de sua filha-princesa e chegou mesmo a pensar que a fortuna de sua filha provinha dos bolsos do povo angolano. Como pode atrever-se a alvitrar tal coisa? Um certo dia, quando sua querida filhinha regressava de mais um dos seus profícuos passeios pelas cortes, o rei tirano reparou que Isabel trazia com ela um enorme e pesado saco, que mal conseguia arrastar. O rei tirano perguntou-lhe: "O que trazes dentro desse enorme saco?". E ela respondeu-lhe: "São dólares, Senhor!". O rei tirano perguntou: "Dólares em Angola?". Ela abriu o saco e despejou uns quantos milhões de dólares pelo pátio real. Seu paizinho ficou estupefacto e exclamou: “Que linda esta menina, que parece uma rainha!”.

 

Desde então, ficou muito popular em Angola (mais tarde em Portugal) como a princesa “santa” Isabel, que executa com bastante frequência o milagre dos dólares. Crê-se que actualmente, a princesa “santa” Isabel dos Santos consiga também operar o milagre do desaparecimento dos dólares.

 

Isto só pode ser coisa de gente muito boa, com dons muito especiais. Agora, virem tentar conspurcar a história de alguém com tamanhos méritos, com ideias mirabolantes de corrupção e coisas do género… Tenham juízo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

A dona disto tudo?!

por contrário, em 19.11.14

A Isabel dos Santos quer ser a dona disto tudo. Filha do dono de Angola, tem uma missão muito clara na sua vida, que é lavar a maior quantidade de dinheiro (que o papá lhe entrega) possível e assim perpetuar a fortuna da família dos Santos.

 

José Eduardo dos Santos é Presidente de Angola vai para 35 anos... um verdadeiro exemplo de Democracia. Mas mais exemplar é o sistema unitário que implementou ao longo de décadas, à custa de muito sangue. Afinal, o lema de Angola é "a unidade dá força", pelo que um país que se subjuga ao poder unitário de uma só família não pode fazer mais pelo seu lema. Ah! Povo valente!

 

Isabel dos Santos já "investe" (chamemos-lhe assim) em Portugal há muitos anos e sabe escolher bem os seus parceiros de negócio. Ele são bancos, o Banco Português de Investimento, o Banco BIC Português, que não é mais do que um banco privado angolano (criado com capitais públicos angolanos), é também o banco que comprou o BPN. Lembram-se do BPN? Claro que sim. A ministra da justiça e os tribunais também se lembram, com toda a certeza. E já que falamos no BIC, podemos recordar que quem preside ao banco é uma cara conhecida dos portugueses, o Sr. Mira Amaral. E porquê referir Mira Amaral? Porque foi um dos ministros de Cavaco Silva? Também, é sempre bom lembrar e vincar bem a relação e o alcance da teia. Mas também porque este senhor já foi administrador do BPI que, agora, a mando da senhora que pretende ser dona disto tudo e que também manda no BIC - Isabel dos Santos, pretende comprar o Novo Banco (a chicha boa do BES). 

 

Além de bancos, temos a senhora Isabel dos Santos na Galp Energia, na NOS (que quer comprar a PT), entre outras.

 

Portanto, é claro que Isabel dos Santos pretende ser a dona disto tudo. E enquanto tivermos um bando de governantes corruptos, quer deste lado quer do lado da antiga colónia, a coisa vai bem encaminhada. Ontem mesmo, o dono de Angola, José Eduardo dos Santos, voltou a usar o seu pasquim de campanha, vulgo Jornal de Angola, para desprezar e insultar Portugal e os portugueses. Quando um Presidente de um país sente necessidade de escrever contra outro país a quem muito deve, e sente necessidade de defender e proteger as negociatas que incumbiu à sua filha e, ao mesmo tempo, não perde a oportunidade de elogiar os dois mais ricos empresários portugueses... está tudo explicado.

 

Sr. Eduardo dos Santos, esteja descansado, não se irrite com coisas menores que ainda lhe dá uma coisinha má. O senhor sabe que tem aqui um Presidente amigo que jamais o deixará ficar mal. Sabe também que tem aqui um governo que tudo fará para que as manobras da sua filha querida cheguem a bom porto. Tem ainda uma meia dúzia de empresários que se dizem ser os maiores da aldeia, mas que estão mortinhos por serem os testas de ferro de qualquer negócio que sua excelência lhes deseje impor. Portanto, continue a enviar a sua querida filhinha para cá, porque nós já sabemos que ela é do tipo de aranha que gosta de caçar em teias bem montadas, assim como o senhor é uma ratazana que gosta de permanecer na escuridão do esgoto.

 

Ai que saudades do Jonas e da verdadeira União Nacional...

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor



Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D