Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Falta apenas um Fiat 500 para CR7 assinar pela Juve

fiat500.jpg

Cristiano Ronaldo está a um passinho de assinar pela Juventus. Parece que o clube italiano já lhe ofereceu 120 milhões de euros por 4 épocas. Consta ainda que CR7 também já tem uma casa à sua espera em Turim, uma mansão com cerca de 2000 metros quadrados, 8 quartos, não sei quantas piscinas, entre outros luxos.

 

Mas, afinal o que é que falta para que Ronaldo vá mesmo para a Juventus? O Contrário apurou que Ronaldo está apenas à espera que o clube de Turim se chegue à frente e lhe ofereça um Fiat 500.

 

Cristiano Ronaldo já veio dizer que sonha ter um Fiat 500 desde pequenino. Só ainda não comprou um porque não costuma andar com trocado no bolso.

O problema do Sporting chama-se megalomania

Há cerca de 5 anos, os sócios do Sporting elegeram Bruno de Carvalho para presidente do clube. Na altura falava-se em “ruptura com o passado” e que Bruno de Carvalho seria o homem que levaria o Sporting à conquista do título de campeão da Primeira Liga.

 

Passados 5 anos sem conquistar qualquer título da Primeira Liga e depois de muitas polémicas, o clube decide expulsar Bruno de Carvalho, alegando que este era o grande problema do clube. De facto, os últimos tempos demonstraram que Bruno de Carvalho não reunia condições para ser o “salvador”, se é que alguma vez reuniu.

 

Toda a gente pôde constatar a profunda crise em que o clube se enfiou e da qual ainda não saiu. Chegou-se mesmo a falar na falência do Sporting.

 

Eis que do nada, o Sporting já está a falar em ser campeão na próxima época. É isto. Invariavelmente, por esta altura do ano, lá vêm os responsáveis do Sporting encher a massa adepta com falsas esperanças, com promessas irrealistas.

 

O verdadeiro problema do Sporting chama-se megalomania. Essa mania de se agigantar, de querer dar um passo maior que a perna, de estabelecer objectivos para os quais não tem capacidade de concretização. O Sporting é um grande clube porque tem muitos sócios e adeptos. E também por um passado de sucesso muito, muito longínquo.

 

O Sporting das últimas décadas não tem sido um verdadeiro candidato ao título, excepto na cabeça dos sportinguistas. Nos últimos 30 anos, o Sporting foi campeão apenas duas vezes. Duas vezes em mais de 30 anos. Será assim muito difícil de enxergar a realidade?

 

E agora, precisamente agora, que o Sporting mais necessita de estabilidade e, acima de tudo, muito discernimento, lá vêm eles outra vez com a conversa de que são candidatos e que vão ser campeões.