Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Cristina Ferreira esteve na SIC para realizar exames médicos

A melhor apresentadora de televisão do mundo foi vista a entrar nas instalações da SIC em Carnaxide. Algumas dezenas de fãs, que se encontram acampados à porta da estação de televisão desde que se soube que Cristina Ferreira assinou pela SIC, confirmaram que a estrela da TV chegou a Carnaxide vestida de fato-de-treino e acompanhada pelo seu empresário.

 

Entretanto, fontes ligadas à SIC já confirmaram que Cristina foi realizar os exames médicos da praxe e passou. A melhor do mundo deverá começar a treinar a qualquer momento.

Camisolas de Cristina Ferreira esgotam num ápice

É a loucura total nas lojas da SIC. Já não há mais camisolas da Cristina Ferreira. O stock de camisolas que a estação de Carnaxide havia reservado para vender aos fãs da melhor apresentadora do mundo esgotou logo no primeiro dia de venda.

 

Consta que eram cerca de 300 mil camisolas que foram vendidas a 50 euros cada, pelo que a SIC já terá arrecadado dinheiro suficiente para pagar 15 anos de salário a Cristina Ferreira.

 

Entretanto, quem quiser adquirir uma camisola oficial da Cristina na SIC terá que esperar cerca de 6 meses pela entrega, devido à elevada procura e ao tempo de resposta do fabricante.

Panteão e o estatuto dos mortos e dos vivos

O Panteão Nacional é, supostamente, um lugar destinado a albergar os restos mortais de pessoas ilustres. É também um sítio onde ilustres vivos degustam saborosos banquetes. Portanto, é um local que confere estatuto a alguns mortos e a alguns vivos.

 

Há pouco tempo, alguns membros do Partido Socialista sugeriram que os restos mortais de Mário Soares deveriam ser trasladados para o Panteão Nacional. Mário Soares foi um político ilustre e, como tal, há que lhe perpetuar esse estatuto, por meio da sua deslocalização para o Panteão, defendem eles.

 

Elementos do PSD não perderam tempo e vieram logo exigir que Sá Carneiro também fosse para o Panteão, fazendo-o por intermédio daquela espécie de birra infantil “se ele vai, então nós também queremos”. E porquê? Porque o que está em causa não é apenas o estatuto dos mortos, mas acima de tudo o estatuto dos vivos, que se sentem muito mais representados na memória dos que já morreram do que naqueles que agora assumem distintas funções.

 

Mais recentemente foi a vez da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) ter proposto a trasladação dos restos mortais de Zeca Afonso para o Panteão. Estará a SPA do senhor Tozé Brito realmente interessada em homenagear a memória do saudoso cantor e compositor? Ou estará muito mais interessada em se autopromover, também neste caso muito mais em benefício do estatuto dos vivos do que daquele que foi, provavelmente, o maior escritor português de canções?

 

Note-se que no meio disto tudo, ninguém está preocupado em saber se as pessoas falecidas gostariam ou não de repousar no Panteão. Aliás, parece que no caso de Zeca Afonso, o próprio fez questão de dizer onde e como gostaria de ser sepultado. E agora, meia-dúzia de pretensiosos querem, porque querem, que as suas vontades sejam atendidas, independentemente da vontade que o falecido tenha manifestado.

 

Para evitar este tipo de situação sugiro que, cada português seja obrigado a manifestar-se quanto à futura disponibilidade para se tornar num distinto morto, ou seja, para figurar entre os ilustres que repousam no Panteão Nacional.

 

Por mim podem levar para lá o Mário Soares, o Sá Carneiro e até o Cavaco. Mas, por favor, deixem o Zeca Afonso onde está, pois tenho a certeza que ele dispensaria que o obrigassem a permanecer num lugar tão bem frequentado.

No futebol não há resultados injustos. Só quando o Benfica perde…

O Benfica empatou 1-1 em casa, no jogo da primeira mão do play-off de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões. Recorde-se que estão em causa 43 milhões de euros, que o Benfica não receberá caso não vença o jogo da segunda mão em Salónica, ou empate por mais de 1 golo.

 

Eu não estou nada surpreendido com o resultado de ontem, aliás, o que me surpreendeu foi o Benfica ter conseguido ultrapassar o Fenerbahçe na anterior eliminatória. Mas o que realmente me surpreende é a postura da comunicação social, veiculada pela sua enorme legião de comentadores especializados no métier. Todos diziam, mesmo antes de o Benfica ter defrontado o Fenerbahçe, que o clube das águias já estava garantido na fase de grupos.

 

Perante o resultado de ontem, que não augura nada de bom, os comentadores especializados decidiram enfatizar que “apesar de no futebol não existir resultados injustos”, o empate de ontem não foi justo para o Benfica. Ai… o Benfica jogou melhor. Ai… o Benfica atacou muito mais. Ai… o Benfica teve inúmeras oportunidades de golo. Ai… o Benfica poderia ter marcado mais 3 ou 4 golos.

 

A verdade é que o Benfica não marcou mais 3 ou 4 golos. Marcou apenas 1 e de penálti. O árbitro anulou algum golo limpo ao Benfica? O árbitro validou algum golo irregular ao Fenerbahçe? Em geral, a arbitragem prejudicou o Benfica? Ou, então, apareceu algum ser alienígena que tenha condicionado o decorrer dos acontecimentos?

 

Não, pois não? Então, por que raio foi injusto para o Benfica? Parece que "no futebol não há resultados injustos", excepto quando o Benfica perde ou empata.

CDS exige que ministro explique o problema da Ferrostaal, perdão, da Ferrovia…

Assunção Cristas anunciou que vai requerer a presença do ministro Pedro Marques na Assembleia da República, para que explique a situação grave da Ferrostaal. Oh! Enganei-me outra vez, é Ferrovia e não Ferrostaal.

 

Cristas e o seu CDS querem saber a razão pela qual os comboios da CP estão a afundar-se como submarinos. Até Nuno Melo, candidato a manter o seu lugar como eurodeputado por mais 5 aninhos, atreveu-se a sugerir a privatização da CP ou, pelo menos, dos troços mais rentáveis. Eu até aposto que ele tinha uma lista de potenciais investidores privados interessados na negociata, porque se há alguém que sabe fazer o trabalho de casa é Nuno Melo.

 

Olha! Se calhar a Ferrostaal pegava no negócio, já que são especialistas em coisas que afundam. E o CDS até pode indicar Paulo Portas para intermediar a comezaina, com a devida permissão do senhor Mota, pois claro.

 

O Governo só não resolverá este problema por muita má vontade, pois o CDS já encontrou a solução.

Olhe, se faz favor, era um comboio para 3 pessoas

Alguns deputados do PS quiseram demonstrar o seu descontentamento com a situação actual da ferrovia, em especial na Linha do Oeste. Nesse sentido, deslocaram-se até à estação de comboios das Caldas da Rainha com o intuito de viajar até Lisboa e pediram “um comboio para 3 pessoas”, segundo palavras da deputada socialista Margarida Marques.

 

Na estação, os funcionários terão informado os deputados do PS que os comboios foram suprimidos. Os senhores do PS tiveram que fazer a viagem de carro, tendo chegado a Lisboa muito mais rápido do que pensavam.

 

Costuma-se dizer que o diabo está nos detalhes. Ora, quando vejo um(a) deputado(a) dirigir-se a um balcão de uma estação de caminho-de-ferro nestes termos, eu fico a pensar se essa pessoa faz alguma ideia da problemática que está a tentar abordar.

 

“Olhe, se faz favor, era um comboio para 3 pessoas”. Só faltou pedir que fosse “bem passado e com picante”.

Próxima assembleia-geral da Ordem dos Enfermeiros será na Lua

lua.jpg

A próxima assembleia-geral da Ordem dos Enfermeiros realizar-se-á na Lua. Sim, na Lua. A Ordem considera que esta é a única forma de aferir quem está realmente interessado em debater os assuntos mais importantes. Se um qualquer membro da Ordem não comparecer é porque não está verdadeiramente interessado, não podendo depois reclamar do que por lá se decidir.

Do lápis azul à "Le Pen Bleu Marine"

Parece que agora é que é. Marine Le Pen não será, mesmo, oradora na Web Summit. A abordagem a esta polémica deveria começar por responder à seguinte pergunta: Para que raio serve a Web Summit? Mas isso dava pano para mangas, então vamos ao que interessa.

 

Primeiro ponto a salientar é o facto de ninguém querer saber quais são as restantes pessoas que foram convidadas para “orar” na Web Summit. Quais os podres que preenchem as suas vidinhas profissionais. Etc. Trata-se de um evento sobre tecnologia, em que a maioria dos oradores nada têm para ensinar sobre o assunto.

 

Existem oradores de todas as áreas, políticos, banqueiros, especuladores, desportistas, artistas e um ou outro especialista em tecnologia.

 

A razão pela qual Marine Le Pen foi convidada não é objecto de discussão, já que os motivos que levaram a organização a formalizar o convite são os mesmos que levaram a convidar todos os outros. Já as razões que terão levado a organização a desconvidar Marine Le Pen merece toda a discussão. Segundo consta, a organização terá sido pressionada a fazê-lo porque Marine Le Pen representa xenofobia e racismo e porque os dinheiros públicos não podem servir para que ela possa fazer chegar a sua mensagem ao mundo. Houve também quem exigisse que o Governo tomasse uma posição sobre o assunto.

 

De facto, o excesso de ideologia, venha de onde vier, pode cegar. As pessoas passam o tempo a olhar para ecrãs e depois ficam com a visão deturpada. Cabe na cabeça de alguém que o Governo deva intervir na lista de oradores convidados da Web Summit? Mesmo que o evento tenha o apoio do Estado (dinheiros públicos)?

 

Também não é aceitável que, pelo facto de se tratar de uma pessoa de extrema-direita não possa ter direito à exposição das suas ideias. Isso quer dizer que Marine Le Pen deveria ser presa e impedida de falar?

 

Mais estranho ainda é o facto de aqueles que agora mais se opuseram à participação de Marine Le Pen na Web Summit, são aqueles que mais defendem os valores da liberdade de expressão e que “estão dispostos a defender até à morte o direito de cada um poder dizer aquilo que bem entender, mesmo que não concordem”. Afinal não é bem assim.

 

Parece-me que estamos perante uma situação de censura, o que não deixa de ser irónico e engraçado. O lápis azul foi um dos símbolos maiores da Ditadura em Portugal. Naquela altura nada era publicado sem que antes passasse pelo crivo da censura. Portanto, antes eram os ditadores que usavam o lápis azul para censurar, agora, os ditadores são censurados pelo lápis azul, ou melhor, pela caneta azul marinha, porque isto da tecnologia fez evoluir muita coisa.

É óbvio que Bruno de Carvalho será candidato

Bruno de Carvalho está impedido, pela Mesa da Assembleia Geral do Sporting, de se candidatar nas próximas eleições para a presidência do clube. Contudo, a candidatura de Bruno de Carvalho já informou que vai recorrer da decisão e que vai apresentar-se nas eleições.

 

De facto, é notória a falta de coragem dos muitos adversários de Bruno de Carvalho que querem arrumá-lo, não nas urnas, mas na secretaria. É um grande erro. Impedir Bruno de Carvalho de se candidatar é dar-lhe ainda mais força. É permitir-lhe que mantenha a chama acesa para que possa regressar em grande.

 

E é por isso que eu não tenho dúvidas que Bruno de Carvalho será candidato à presidência do Sporting. Pode até não acontecer nas próximas eleições, mas nas seguintes será com toda a certeza. Bruno de Carvalho tem uma fatia considerável de sócios que o apoia. Aliás, essa é a única razão pela qual está impedido de se candidatar, porque os seus adversários entendem que o risco de ser reeleito é enorme.

 

Bruno sabe disso e vai continuar em campanha, mesmo para lá das eleições de Setembro próximo. E, como toda a gente sabe, o Sporting é um clube muito peculiar, basta ver a quantidade de candidatos interessados em assumir os comandos do clube, mesmo numa altura em que qualquer pessoa ajuizada fugiria a sete pés. Não, não se trata de sportinguismo. Trata-se de pura necessidade de protagonismo, entre outras coisas terminadas em “ismo”, que não profissionalismo.

 

É, pois, muito fácil antever que o próximo presidente do Sporting não vai ter vida fácil e que não vai durar muito tempo no cargo, porque nada daquilo que realmente interessa aos sócios vai mudar para melhor, isto é, o Sporting vai continuar sem conquistar títulos importantes. E a paciência dos sócios é cada vez menor. E, claro, Bruno de Carvalho vai andar por aí a fazer questão de lembrar toda a gente, que com ele havia um projecto em curso e que se não fosse interrompido daria frutos.

 

Vai ser bonito.

Vamos até ao Sol? É já ali…

A NASA lançou uma nova sonda para o Espaço, desta vez, em direcção ao Sol. O objectivo, dizem, é estudar as tempestades e os ventos solares. Consta que esta sonda ficará tão perto do Sol, que a NASA até diz que “vai tocar o Sol”.

 

Há quase 50 anos, a NASA colocou o Homem na Lua, ninguém duvida disso, até porque deu na televisão e tudo. Mas, apesar dos milhões de dólares gastos numa operação que tinha como objectivo demonstrar que os americanos eram melhores que os russos, os cérebros da NASA acharam a Lua muito aborrecida e apontaram as baterias a outros destinos e a missões bem mais ousadas, como por exemplo, saber se há vida em Marte, se há nuvens em Vénus ou se os anéis de Saturno são em ouro de lei. Agora, o que realmente interessa é chegar ao Sol, não vá um Sputnik russo ou uma sonda chinesa fazê-lo em primeiro lugar.

 

Os mais cépticos questionarão se será mesmo possível concretizar aquilo que a NASA diz que vai fazer. Provavelmente perguntarão se a sonda não irá derreter muito antes de se aproximar da distância prevista para realizar a sua missão, cerca de 6 milhões de quilómetros do Sol, segundo a própria NASA. Enfim, os cépticos e ignorantes do costume. Não se compreende como é que ainda há quem questione a supremacia intelectual da NASA. Parece que nunca viram os filmes “2001: Odisseia no Espaço”, “A Guerra das Estrelas” ou o “Star Trek”. Está lá tudo. Como é que alguém pode duvidar daquilo que os americanos estão fartos de nos demonstrar, por intermédio das suas incólumes películas? Só mesmo por muita má vontade.

 

Sosseguem cépticos. A NASA anda nisto há muitos anos e sabe muito bem aquilo que tem que fazer. Esta sonda não vai sair de casa (Terra) sem que antes seja impregnada de protector solar, mas do bom, não é daquelas marcas rascas de supermercado. Além disso, a sonda Parker prometeu, sob juramento, que não sairá de dentro da barraca entre o meio-dia e as quatro da tarde, a não ser para ir até à esplanada beber uma “jola” fresquinha, mas sempre à sombrinha. Portanto, não há qualquer risco de ser esturricada.

 

Entretanto, não queria terminar sem antes lamentar o facto de a NASA estar, uma vez mais, a despender milhares de milhões de dólares desnecessariamente. Note-se que, enquanto os cérebros da NASA tentam enviar uma sonda em direcção ao Sol a partir da costa leste, o Sol acabou de cair na costa oeste, onde a Califórnia arde incessantemente e eles não deram por nada. Além disso, tenho a comunicar que há anos que eu próprio sou um estudioso do Sol, sobretudo no Verão, quando ele está mais próximo e quentinho, através da observação atenta a partir da areia da praia ou de uma espreguiçadeira. Observação feita com óculos de Sol dos bons, pois claro. Ora, sem querer ser desmancha-prazeres, estou em condições de anunciar aquilo que a NASA nos vai confirmar só daqui por uns anos, quando a sonda Parker estiver na orla solar, isto é, que não há água em estado líquido (só em brasa) no Sol. Eu sei que é difícil acreditar, mas não há água no Sol, mesmo. Eu sei que os cépticos não acreditam em mim, tal como não acreditam na NASA, mas eu não me chateio com eles. Eu sou superior. Sou detentor da verdade e isso basta-me.