Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Para quando o EUxit?

21.02.16 | contrário | comentar
Primeiro foi o "Grexit", agora fala-se em "Brexit" que, entretanto, parece ser uma hipótese menos provável, apesar da realização do referendo sobre a continuidade do Reino Unido na União Europeia.   O governo britânico fez duras exigências à UE para que pudesse (...)

União Europeia do Bancos

23.12.15 | contrário | comentar
Dizem por aí que o Banif foi vendido ao Santander por 150 milhões de euros. Na verdade, só uma parte do Banif é que foi vendida ao Santander – a parte boa. A má, essa fica para os contribuintes pagarem, tal como foi feito em situações anteriores (ex: BPN, BES).   Co (...)

Eles vêem-se gregos

07.07.15 | contrário | comentar
No passado Domingo, o povo grego demonstrou por meio de referendo, que não está de acordo com o pacote de medidas que a troika lhes quer continuar a impôr. Não esqueçamos que a Grécia tem estado debaixo de forte austeridade e que é o país da Zona Euro que mais tem (...)

Que ZOOROPA!

05.07.15 | contrário | comentar
RECOMENDAÇÃO #2   ARTISTA: U2 ÁLBUM: Zooropa Data de lançamento: 5 de Julho de 1993   Retirado de U2.com   Pois é! Já se passaram 22 exactos anos após a data de lançamento do álbum Zooropa, da banda irlandesa U2. Mas, a verdade é que o álbum continua mais (...)

Nuno Melo: o cuco-político

01.07.15 | contrário | comentar
Nuno Melo é aquilo que se pode chamar de cuco-político. Trata-se de mais um passaroco que esvoaça pelos corredores da política. Não se lhe reconhece nenhuma actividade que não seja a de sobreviver à custa dos contribuintes, sempre empoleirado nos mais seguros e (...)

Sinto-me grego

19.06.15 | contrário | comentar
A União Europeia atravessa o período mais negro de toda a sua história. A UE está irremediavelmente entregue ao capitalismo, às agências de rating e aos mercados, essa coisa obscura, que ninguém sabe o que é, pelo menos estes mercados de que tanto falam.   A UE (...)