Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

A Circulatura das Bestas Quadradas

pacheco_lobo.jpg

No último programa Circulatura do Quadrado da TVI24, onde foi colocado em debate quais as medidas para combater a pandemia, dois dos intervenientes disseram o seguinte:

Pacheco Pereira: “Se se demonstrar que as pessoas que não estão vacinadas são responsáveis pelo regresso da pandemia devem ter restrições”.

Lobo Xavier começou por questionar o moderador do programa se “quer antes soltar os malucos e prender os sãos?”. E depois acrescentou o seguinte, entre outras alarvidades: “Se os números continuarem teremos que introduzir medidas de restrição e serão mais severas para quem recusou a vacinação”.

Impressionante a quantidade de cretinices que este tipo de gente é capaz de proferir. Portanto, numa altura em que está mais do que provado (cientificamente provado) que a propagação do vírus ocorre de igual forma entre vacinados e não vacinados, no caso português ocorre muitíssimo mais entre a população vacinada – porque será? -, vêm estes dois pategos, montados nas suas débeis superioridades intelectuais, insinuar que o brutal aumento de novos casos verificados nos últimos dias, se deve à população não vacinada.

São afirmações ainda mais patetas, se nos recordarmos que a população elegível para vacinação em Portugal que ainda se encontra por vacinar anda à volta dos 2%. Ou seja, estas duas sumidades – já definitivamente sumidas do quadro político nacional – crêem e querem fazer crer que são esses cerca de 2% de população não vacinada que anda a espalhar o vírus pelo país. Devem também achar que essas pessoas se juntaram todas, sem que ninguém tivesse dado conta, inalaram o vírus até não poder mais e agora andam em manadas a tossir e a espirrar para cima da população vacinada.

Quão besta quadrada tem que ser uma pessoa para lhe passar pela cabeça uma formulação de pensamento com estes contornos? 

Que me desculpem os mais sensíveis, mas eu já não tenho paciência para tantas estupidezes, tanta ignorância e tantas mentiras. Se estas pessoas – e outros que tais – não estão em condições de fazer uma discussão séria, aberta e ponderada sobre tão importante assunto, melhor seria que ficassem em casa a soltar as suas apedeutas bufas mentais à beira da lareira.