Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

A dona disto tudo?!

A Isabel dos Santos quer ser a dona disto tudo. Filha do dono de Angola, tem uma missão muito clara na sua vida, que é lavar a maior quantidade de dinheiro (que o papá lhe entrega) possível e assim perpetuar a fortuna da família dos Santos.

 

José Eduardo dos Santos é Presidente de Angola vai para 35 anos... um verdadeiro exemplo de Democracia. Mas mais exemplar é o sistema unitário que implementou ao longo de décadas, à custa de muito sangue. Afinal, o lema de Angola é "a unidade dá força", pelo que um país que se subjuga ao poder unitário de uma só família não pode fazer mais pelo seu lema. Ah! Povo valente!

 

Isabel dos Santos já "investe" (chamemos-lhe assim) em Portugal há muitos anos e sabe escolher bem os seus parceiros de negócio. Ele são bancos, o Banco Português de Investimento, o Banco BIC Português, que não é mais do que um banco privado angolano (criado com capitais públicos angolanos), é também o banco que comprou o BPN. Lembram-se do BPN? Claro que sim. A ministra da justiça e os tribunais também se lembram, com toda a certeza. E já que falamos no BIC, podemos recordar que quem preside ao banco é uma cara conhecida dos portugueses, o Sr. Mira Amaral. E porquê referir Mira Amaral? Porque foi um dos ministros de Cavaco Silva? Também, é sempre bom lembrar e vincar bem a relação e o alcance da teia. Mas também porque este senhor já foi administrador do BPI que, agora, a mando da senhora que pretende ser dona disto tudo e que também manda no BIC - Isabel dos Santos, pretende comprar o Novo Banco (a chicha boa do BES). 

 

Além de bancos, temos a senhora Isabel dos Santos na Galp Energia, na NOS (que quer comprar a PT), entre outras.

 

Portanto, é claro que Isabel dos Santos pretende ser a dona disto tudo. E enquanto tivermos um bando de governantes corruptos, quer deste lado quer do lado da antiga colónia, a coisa vai bem encaminhada. Ontem mesmo, o dono de Angola, José Eduardo dos Santos, voltou a usar o seu pasquim de campanha, vulgo Jornal de Angola, para desprezar e insultar Portugal e os portugueses. Quando um Presidente de um país sente necessidade de escrever contra outro país a quem muito deve, e sente necessidade de defender e proteger as negociatas que incumbiu à sua filha e, ao mesmo tempo, não perde a oportunidade de elogiar os dois mais ricos empresários portugueses... está tudo explicado.

 

Sr. Eduardo dos Santos, esteja descansado, não se irrite com coisas menores que ainda lhe dá uma coisinha má. O senhor sabe que tem aqui um Presidente amigo que jamais o deixará ficar mal. Sabe também que tem aqui um governo que tudo fará para que as manobras da sua filha querida cheguem a bom porto. Tem ainda uma meia dúzia de empresários que se dizem ser os maiores da aldeia, mas que estão mortinhos por serem os testas de ferro de qualquer negócio que sua excelência lhes deseje impor. Portanto, continue a enviar a sua querida filhinha para cá, porque nós já sabemos que ela é do tipo de aranha que gosta de caçar em teias bem montadas, assim como o senhor é uma ratazana que gosta de permanecer na escuridão do esgoto.

 

Ai que saudades do Jonas e da verdadeira União Nacional...