Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

A moção é legítima mas imoral

Esta tarde será discutida e votada na Assembleia da República a moção de censura apresentada pelo CDS. Muito se tem falado nesta moção de censura, que já estava chumbada mesmo antes de nascer.

 

Defender esta moção de censura argumentado que a mesma é legítima, trata-se de pura estupidez, de retórica política de quinta categoria. Obviamente que esta moção de censura é legítima, se houvesse algum impedimento legal, ela não estaria sequer em discussão. Simplesmente não existia.

 

Se queremos opinar sobre a moção de censura, teremos de o fazer sob o ponto de vista da observância da moral de quem a apresenta e da sua probidade política. Feito este pequeno exercício de honestidade, rapidamente se conclui que esta moção de censura é desavergonhadamente imoral.

 

Uma moção de censura deve ser apresentada quando se considera que um governo cometeu falhas tão graves, que não merce continuar no exercício das suas funções. E quem a apresenta deve, pelo menos, ter como base de sustentação um conjunto de medidas e propostas que tenham sido apresentadas, por si, no devido tempo e contrárias àquilo que foi a actuação desse governo.

 

Ou seja, para que o CDS tivesse algum resquício de moralidade para apresentar esta moção, tendo por base a calamidade dos incêndios, teria que ter apresentado no devido tempo medidas contrárias às que foram tomadas (ou não) pelo actual governo. Olhando para os últimos anos verifica-se que, entre 2011 e 2015, o CDS esteve no governo, Assunção Cristas era Ministra da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território e não tomou nenhuma medida que ajudasse a mitigar a problemática dos incêndios e do ordenamento das florestas, muito pelo contrário. Mesmo durante estes dois anos de governação do PS, o CDS não apresentou uma única medida e nem sequer foi capaz de alertar para o que podia estar errado. Com que moral vem agora pedir a demissão do governo?

 

A moção do CDS é legítima, mas transpira imoralidade por todos os poros.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.