Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Afinal o Pingo Doce tinha razão (e eu também)

O Pingo Doce tinha toda a razão ao querer antecipar o horário de abertura das suas lojas para as 6h30. Eu diria que o ideal seria que as lojas Pingo Doce nunca fechassem, assim, os enfermeiros que trabalham na Linha SNS24 teriam a certeza de que poderiam descontar os vales de compras que lhes pretendem atribuir a título de prémio temporário, durante a pandemia.

Segundo consta, os enfermeiros que trabalharem mais de 40 horas semanais receberão um prémio entre os 25 e os 100 euros, em vales de compra a descontar na cadeia de lojas Pingo Doce. Ora, quem não quer um “valezinho” de compras do Pingo Doce? Com um docinho destes, certamente não faltarão enfermeiros a querer duplicar os turnos. No entanto, se por um lado, trabalhar mais dá direito ao vale, por outro, retira tempo para ir às compras. Daí a necessidade de manter as lojas Pingo Doce abertas 24 horas por dia, para que os enfermeiros possam ir às compras.

Naturalmente que os funcionários do Pingo Doce também teriam que trabalhar mais horas. Estou certo que nenhum se recusaria a tal empreitada, desde que, também eles tivessem direito ao recebimento de vales de compra no Pingo Doce, como forma de retribuição pelo esforço. Isso, ou então uma mantinha e umas pantufas quentinhas para poderem fazer uma soneca nos tempos mais mortos.

Em Abril de 2019, eu escrevi, aqui, o seguinte: “Novo estudo defende que a sustentabilidade da Segurança Social passa pelo pagamento em vales de compra no Pingo Doce”. Tratava-se de um estudo realizado pela Fundação Chico-Esperto dos Santos (FCES), a que só o Contrário teve acesso e que na altura ninguém deu credibilidade.

O estudo de então alertava para o facto de a sustentabilidade futura da Segurança Social estar dependente do pagamento das pensões em vales de compra no Pingo Doce. Bem, agora confirma-se que não devemos estar muito longe disso, uma vez que os problemas do SNS já começam a ser resolvidos dessa forma.