Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Afinal o seleccionador nacional é um jogador coreano

cr7_assistência.jpg

Já toda a gente sabia que o seleccionador da Coreia do Sul é um ex-jogador português, o Paulo Bento. Aquilo que ninguém imaginava era que, afinal, o seleccionador de Portugal é um jogador coreano. E não há nenhuma razão para duvidar disso, já que foi algo confirmado pelo capitão da selecção, Cristiano Ronaldo, e por aquele que todos achávamos que era o seleccionador nacional, Fernando Santos.

Aquando da substituição, Ronaldo disse o seguinte: “Estás com uma pressa do caralho para me tirar, foda-se”.

E como todos certamente já ouviram e/ou leram, quer Ronaldo quer Fernando Santos garantiram que o capitão da selecção portuguesa dirigiu essas palavra a um jogador da Coreia do Sul, pelo que se depreende que esse jogador coreano seja o novo seleccionador da selecção portuguesa, já que coube a ele tomar a decisão de “tirar” Ronaldo do campo.

Entretanto, diz-se e escreve-se por todo lado que Cristiano Ronaldo assistiu para o primeiro golo da Coreia do Sul. Sinceramente! Depois de a FIFA lhe ter usurpado um golo no jogo contra o Uruguai, agora querem atirar para cima das costas do Ronaldo, a assistência para o golo do empate da Coreia do Sul.

Só por muita má-fé é que alguém pode dizer que Ronaldo tocou naquela bola. Ao contrário daquilo que aconteceu no primeiro golo de Portugal frente ao Uruguai, Ronaldo não toca na bola no lance que deu o primeiro golo da Coreia do Sul. Vê-se nitidamente que a bola passou pelo menos a uns três metros de distância de Ronaldo.

Aquela bola passou mais perto do Bruno Fernandes – que estava no banco – do que do corpo do Cristiano Ronaldo.

Tenham juízo!

1 comentário

Comentar post