Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Brasil a T(r)emer

Nas últimas semanas o mundo assistiu a um verdadeiro circo político no Brasil. Em causa estava, apenas e só, a destituição de Dilma Rousseff do cargo de Presidente da República. Desde logo se percebeu que, o que verdadeiramente estava a acontecer era uma campanha concertada para eliminar o PT do poder.

 

Depois de tantos lamentáveis e quase anedóticos episódios de política barata, Dilma acabou por ser destituída. Tudo isto foi feito em nome de um Brasil mais transparente e menos corrupto. Curiosamente, os contestatários de Dilma deixaram de falar em Lula da Silva, logo que se aperceberam que o objectivo estava prestes a ser atingido.

 

O Brasil é, de facto, um país excepcional. E se há qualidade que muito bem caracteriza o povo brasileiro é a franqueza. O povo brasileiro sempre se exprimiu de forma livre e aberta. O provo brasileiro transpira liberalidade. E assim, o povo permitiu, quer pela vontade própria de alguns milhares que saíram à rua a manifestar o apoio à destituição da Presidente deposta, quer pela inépcia dos muitos milhões que se alhearam deste assunto, que um novo e especial lote de governantes tomasse o poder de assalto.

 

Agora, quer por acção ou omissão, o povo quis e o povo tem um governo digno da sua representação. Um novo Presidente (não eleito) com vastíssimo cadastro político, investigado e suspeito de acção criminosa e antipatriota. Um Presidente que escolheu (a dedo) 23 ministros, que na sua maioria são pessoas que estão ou estiveram a braços com a justiça brasileira, cinco dos quais até foram condenados. O próprio Michel Temer é citado na operação "lava-jato" e, agora, dirige-se ao povo acenando com a bandeira da credibilidade.

 

No Brasil é assim. O povo gosta de transparência. Se é para ser enganado e roubado, pelo menos, os governantes que digam desde logo ao que vêm. Além disso, o povo prefere ser roubado por gente da alta sociedade, especializada no “métier”, do que por um bando de bóias-frias.

 

Oi gentchi, o Brasiu tá ficando chiqui!

14 comentários

Comentar post