Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Cavaco e as condecorações aos amigos

São 8 as condecorações que Cavaco Silva vai atribuir na sexta-feira. Na verdade, serão 9 condecorações, mas parece que Pires de Lima está fora e, por essa razão, receberá a distinção noutra data a confirmar.

 

Nove condecorações, todas a ex-ministros da República, sendo que 6 serão atribuídas a ex-membros de governos laranjas. A condecoração em causa é a da Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique, que é atribuída a pessoas que tenham prestado serviços relevantes a Portugal, aqui e lá fora, bem como serviços na expansão da cultura portuguesa e seu reconhecimento.

 

Mais uma vez, porque nunca é de mais repetir, este tipo de distinções individuais de pessoas que tiveram o privilégio de usufruir de altas benesses do Estado, durante um certo tempo e que com isso conseguiram mais e melhor para si mesmos do que para os seus concidadãos, não faz nenhum sentido. Não gosto de distinções, de quadros de honra, etc. É tudo treta para engordar ainda mais o ego (e, muitas vezes, as carteiras) daqueles que tanto já sugaram ao Estado. Eles deviam agradecer (de joelhos) o privilégio que lhes foi concedido por estarem ao serviço do Estado Português. Deviam condecorar o povo, pela paciência e pelas rendosas contribuições. Enfim…

 

Mas o mais ridículo de tudo isto é quando vemos os nomes dos condecorados:

 

Vítor Gaspar

Serviços prestados ao país: O ministro das finanças que mais impostos aplicou aos portuguese e o que pior resultados conseguiu. A seu favor, o facto de ter pedido desculpa ao país… Contudo, rapidamente arranjou tacho no FMI. Só por esse motivo se vê a quem é que ele andou a prestar serviços, enquanto ministro.

 

Nuno Crato

Serviços prestados ao país: Tentativa de destruição total do sistema de ensino público. Aumento do financiamento aos privados. Perseguição à classe. Ficará na história, como o pior ministro da educação que Portugal teve.

 

Álvaro Santos Pereira

Serviços prestados ao país: Tentativa de revolucionar o pastel de nata. O país não se lembra de mais nada que tenha feito, mas certamente que Cavaco tem os seus motivos.

 

Bagão Félix

 

Paulo Macedo

Serviços prestados ao país: À semelhança de Nuno Crato, também este foi o pior ministro da saúde que Portugal teve. Tentativa quase consumada em destruir o Serviço Nacional de Saúde. Nunca um mandato ministerial assistiu a tantas aberturas de unidades de saúde privadas, fortemente apoiadas com dinheiros públicos. Nunca um governo tinha sido tão claramente assassino, literalmente assassino, com tantos casos verificados nos serviços de urgência dos hospitais públicos. E depois, também a falta de vacinas para a hepatite C, que levou alguns doentes à morte, etc. O pior ministro de sempre. Um ministro com políticas assassinas. Este indivíduo deveria estar preso. Como se costuma dizer, “com a saúde não se brinca”.

 

Pires de Lima

Serviços prestados ao país: o “soldado disciplinado” não prestou um único serviço ao país, já que tudo aquilo que terá feito enquanto ministro foi, segundo ele próprio, por lealdade e disciplina aos seus superiores hierárquicos do governo. É um indivíduo sem espinha dorsal, que se serviu de um cargo do Estado para ganhar protagonismo e rechear a sua agenda de contactos. E como isso é valioso! O Relvas que o diga…

 

Maria de Lurdes Rodrigues

Rui Pereira

Luís Campos e Cunha

 

Em relação a estes 3 ex-ministros de governos socialistas, nem me vou dar ao trabalho de salientar os serviços que prestaram, já que, independentemente de todos os méritos e/ou defeitos que possuam, só integram a lista na qualidade de elementos dissuasores, para desviar as atenções dos demais e para que não digam que Cavaco só condecora gente sua.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.