Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Cavaco é tão mesquinho!

Ontem acusei (muito levemente) Cavaco Silva, de este ter o hábito de se manter calado nas alturas em que mais deveria intervir. Contudo, Cavaco não consegue resistir a cada nova oportunidade que lhe possibilite pôr a cabeça fora da toca e armar-se aos cucos.

 

Cavaco apareceu ontem, numa rede social, a desafiar todos quantos profetizavam que Portugal não escaparia a um segundo resgate "a vir falar agora"... Enfim, é mesmo um mesquinho este Cavaco, um facho da discórdia... Que eu não o considere a maior figura do Estado português e que não sinta qualquer respeito e consideração pela figura é uma coisa, agora, que ele próprio não tenha consciência do lugar onde foi parar (com o apoio de 20% de portugueses) é algo muito mais grave.

 

Cavaco, que sempre fala em contenção nas palavras para não assutar os mercados que ele tanto venera, não perdeu a oportunidade para voltar a trazer à discussão o tão assustador segundo resgate, desafiando muitos a falar novamente no assunto, porque parece que isso lhe dá prazer.

 

Cavaco faz-me lembrar aqueles putos ranhosos que todos conhecemos dos tempos de escola, aqueles que só "arrebitavam cabêlo" quando estavam na presença de um irmão mais velho ou quando já estavam debaixo das asas do papá e da mamã. Aqueles que quando se encontravam dentro do carro ou autocarro abriam a janela e diziam: “Fala agora, fala!”

 

Cavaco é assim! Um ranhocas que se sente protegido por poderes sobrenaturais (e tem razões para acreditar nisso, lá isso tem), que acoberta o seu viciado governo, que se prostra perante a troika, mas que não tem peia no que toca a provocar os que deles discordam.

 

Esperemos que aqueles que agora são desafiados a falar sobre segundo resgate, não tenham motivos para fazê-lo em breve. Apesar de que eu não vejo grande diferença entre um segundo resgate e um primeiro resgate ad aeternum.