Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Coitadinhos dos miúdos

Os 23 indivíduos detidos em Alcochete foram sujeitos à medida de coacção mais gravosa, a prisão preventiva. A defesa já alegou que se trata de uma medida exagerada, por se tratar de “um grupo de miúdos que ainda depende das mães para calçar os ténis”.

 

Estes miúdos, de facto, não merecem este tipo de tratamento por parte da justiça. São miúdos exemplares, uns queridos, que todos os dias se levantam por volta das 16 horas da madrugada para praticar o bem.

 

Depois de tomarem um banhinho preparado pelas suas zelosas mamãs, que de seguida lhes preparam a roupinha, os vestem e os calçam, nunca saem de casa sem tomar uma valente tijela de leitinho com chocapic. Só depois deste ritual e de um beijinho achocolatado nas faces das suas doces mamãs é que saem para a rua. Para fazer o bem.

 

Entre outras tarefas heróicas, os miúdos adoram agredir, insultar, ameaçar de morte, rebentar artefactos pirotécnicos, destruir e espalhar o terror. Mas como ainda não conseguiram libertar-se do cordão umbilical, pelo meio, ainda têm tempo para telefonar às suas mamãs para lhes perguntar como é que se desaperta o cinto.

 

Estes miúdos são uns docinhos. Não mereciam este tratamento por parte do tribunal. Seria muito mais adequado terem-nos enviado à Disneyland.