Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Como é possível permitir aulas sem máscara?

Já aqui falei sobre este assunto, mas volto a questionar esta situação porque é pertinente e não tenho visto nem ouvido ninguém muito preocupado.

Como é sabido, o uso das máscaras nas escolas é obrigatório apenas a partir do 5.º ano de escolaridade. A pergunta que se impõe é: como é possível que alguém, nomeadamente as autoridades políticas e da saúde, possa acreditar que o uso da máscara pode ser dispensado às crianças do primeiro ciclo? Como é possível acreditar que as crianças entre os seis e os dez anos não são portadoras e/ou transmissoras do vírus? Como é possível aceitar que dezenas de crianças estejam na mesma sala, durante várias horas, completamente desprotegidas?

As turmas não foram reduzidas, a área das salas de aula não aumentou, nem aumentou o número de salas disponíveis, pelo que o distanciamento de segurança não está assegurado. Está fácil de antever o que vai acontecer. Por que razão as autoridades estão a cometer este erro clamoroso?

Não me venham com os estudos que apontam para o facto de haver poucos casos de crianças infectadas nesta faixa etária, porque isso não significa que elas não possam originar cadeias de contágio. Aliás, outros estudos científicos sustentam que a carga viral em crianças é igual à verificada em adultos, sendo o potencial de contágio semelhante. Vários países europeus, entre os quais Espanha, estão a obrigar o uso da máscara sempre e em todos os anos de escolaridade. Não há excepções, porque deseja-se reduzir ao máximo o risco de contágio. Por aqui, com todas as sirenes a berrar bem alto, opta-se por deixar a criançada à vontadinha, para espalhar e contrair o vírus.

Não consigo perceber por que razão o governo e as autoridades de saúde estão a ser tão imprudentes e negligentes. Também não entendo a razão pela qual ninguém se preocupa com isto.

Espero que os pais e professores sejam capazes de perceber a iminente perigosidade da situação e, tal como fizeram em Março, saibam antecipar-se e substituir-se à responsabilidade das autoridades públicas na prevenção de um risco que está à vista de todos. Assim como em Março tiveram o bom senso de não levar os vossos filhos à escola, quando as autoridades não vislumbravam qualquer perigo, saibam agora exigir que todos, sem excepção, usem a máscara na escola.

Será assim tão difícil perceber que, além do confinamento, o uso da máscara é mesmo a melhor forma de evitar a propagação do vírus?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.