Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Comunismo e seus detractores

Comunismo é uma ideologia e não aquilo que alguns partidos ditos comunistas ou alguns políticos praticam em seu nome. O Comunismo apela à igualdade e à justiça social. Karl Marx defendia que as desigualdades eram provocadas pelo sistema capitalista, em que os detentores dos meios de produção exploram a classe trabalhadora, tendo em vista a maximização dos seus lucros.

Se o Comunismo é a luta pela igualdade e justiça social, então, podemos afirmar com absoluta certeza que se trata da ideologia política que melhor serve o sistema democrático, mesmo não sendo um sistema perfeito.

Como é possível que alguém que pertence à classe trabalhadora possa pensar que o poder na mão de uma minoria (classe exploradora) será sempre a melhor forma de defender os interesses da maioria (classe trabalhadora), do que o poder na mão de todos?

O Comunismo é, muitas vezes, acusado de ser um sistema utópico. Mas, haverá maior fantasia do que achar que o sistema capitalista alguma vez trará prosperidade e justiça à classe trabalhadora (a esmagadora maioria da população)?

Como é possível que a esmagadora maioria da população esteja disposta a perpetuar o seu sofrimento, em benefício de uma minoria que a subjuga?

Ao contrário do que muitos advogam e deturpam, não existe actualmente nenhuma sociedade pura e livremente comunista que possa servir cabalmente como contraposição ao capitalismo reinante. Cuba será o exemplo mais próximo, contudo não podemos esquecer os condicionalismos geopolíticos que este país enfrenta há décadas. Muito menos, poderemos ignorar o embargo comercial, económico e financeiro imposto pelos EUA (outro bastião do capitalismo) que resultou em inúmeras dificuldades económicas naquele país.

Não. Não foi, nem é a ideologia comunista que oprime Cuba, mas sim os nefastos efeitos do autoritarismo capitalista. Por que razão um país enorme como os EUA, montado no apogeu capitalista, tem interesse em subjugar a economia de um país tão pequeno como Cuba?

Os anticomunistas, ou se preferirem, os capitalistas e os liberais, mais não fazem do que distorcer a verdade no sentido de confundir a opinião pública sobre aquilo que é o Comunismo. Sempre foi assim.

Um dos exemplos recorrentes dos anticomunistas é a China. Apontam a China como um país comunista e como um mau exemplo de organização da sociedade. Contundo, a verdade é que a China é, neste momento, o maior exemplo daquilo que é o capitalismo. E não há nenhuma sociedade capitalista que lhes interponha embargos económicos.

Outro clássico e falso argumento dos anticomunistas é recorrer à figura de Estaline para distorcer a ideia daquilo que é o Comunismo. Estaline foi Secretário-geral do Partido Comunista da ex-URSS. De facto, Estaline chegou à liderança de um partido comunista, numa sociedade comunista ideologicamente sustentada nos preceitos marxistas e leninistas. Contudo, só chegou ao poder depois de perseguir e eliminar os seus adversários internos, adversários que defendiam a continuidade das políticas leninistas, suportadas na ideologia marxista.

Estaline nunca pôs em prática a ideologia comunista, muito pelo contrário. E é por isso que convém nunca esquecer que o Comunismo não é aquilo que um partido ou uma pessoa faz em seu nome. E é também por isso que os anticomunistas usam-no sempre como exemplo, porque é falso.

Mas o maior entrave à ideologia comunista não são os anticomunistas, capitalistas ou neoliberais. O maior obstáculo à ideologia comunista é o anticomunismo de ouvido. São os anticomunistas de ouvido, ou seja, aqueles que ignoram os factos, que desconhecem a ideologia comunista e que estão sempre prontos a servir de receptáculo às falsidades propaladas pelo sistema capitalista, que mais dificultam a implementação da ideologia comunista.

Estranho mundo, este, em que as principais vítimas do sistema capitalista se tornam nas suas maiores defensoras e, consequentemente, no maior obstáculo ao Comunismo.