Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Descendente de Maomé ou primo da Chaka Khan?

O príncipe Aga Khan está em Lisboa para celebrar o Jubileu de Diamante. Karim Al Hussaini é o líder religioso dos muçulmanos ismaelitas e o detentor do título de Aga Khan.

 

Eu achava que ele era primo da Chaka Khan, mas há quem garanta que ele é o descendente directo do profeta Maomé, uma espécie de representante de Deus na Terra. Bem, eu não quero pôr à prova a fé de ninguém, mas custa-me acreditar que o representante de Deus seja um dos indivíduos mais ostentadores do mundo. É que eu sempre ouvi dizer que “é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no Reino de Deus”. Se calhar sou eu que estou a fazer confusão entre aquilo que está escrito nos livros sagrados.

 

O príncipe Aga Khan é mesmo um indivíduo muito rico. Consta que até possui dois aviões e um helicóptero só para ele. Porém, o humilde príncipe alega em sua defesa que os aviões e o helicóptero não são demonstração de riqueza, mas sim algo muito necessário à sua missão na Terra, que é dedicar-se à filantropia, sobretudo à erradicação da pobreza.

 

Consta também que ele se tem dedicado muito euforicamente a essa sua nobre missão. Note-se que ele até foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade, por Marcelo Rebelo de Sousa. De entre as suas muitas acções de generosidade para com o próximo podemos destacar a sua vasta colecção de carros de luxo, os seus portentosos iates, as suas inúmeras propriedades nas cidades mais caras do planeta e, vejam bem, até uma ilha privada o senhor possui.

 

Entretanto, posso ainda acrescentar que para um líder religioso muçulmano, o homem é muito querido no mundo ocidental. A sua intimidade com os líderes políticos do ocidente é algo que faz inveja a qualquer relação de concubinato. Ele são regabofes na ilha privada, ele são passeios de iate, mais umas quantas voltinhas ao mundo, um investimento combinado aqui e outro ali, mas tudo, claro está, ao serviço dessa nobre missão que é acabar com a pobreza e o amor ao próximo.

 

Que o Senhor me perdoe por ter pensado que este angélico príncipe pudesse ser o primo da Chaka Khan. É óbvio que ele só pode ser alguém muito próximo da divindade. Só espero que Marcelo, Costa e Ferro lhe saibam fazer a devida vénia.