Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Fora do jogo esteve o Estoril

Muito se tem falado do golo “em fora-de-jogo” que o FC Porto marcou ontem frente ao Estoril, na segunda metade da partida que faltava realizar. Sportinguistas e benfiquistas (na esmagadora maioria dos casos) não perderam tempo em vir para a praça reclamar que o primeiro golo do FC Porto, marcado por Alex Telles, foi em posição irregular.

 

Bom, é verdade que estava em posição irregular, apenas por um pêlo, mas estava. Também é verdade que o VAR (vídeo-árbitro) não assinalou a irregularidade, mas também não foi a primeira vez nem há-de ser a última, a favor de um “grande”, pois claro.

 

Mas o mais engraçado nesta história é que ninguém deu conta que quem esteve fora do jogo durante toda a segunda parte desta partida foi o Estoril, contrastando com o que havia acontecido no primeiro tempo. O FC Porto, que havia perdido a primeira metade do jogo por 1-0, venceu categoricamente os segundos 45 minutos por 3-0 (ou 0-3 se preferirem). Mais, o FC Porto marcou 3 golos (1 em posição irregular), mas poderia ter marcado 7 ou 8, ou 15.

 

Contudo, sportinguistas e benfiquistas acreditam que se encontram a 5 pontos de distância do líder por causa de um golo mal validado ao Porto. Estranho, se recordarmos as vezes que ambos já foram beneficiados de forma muito mais escandalosa e com verdadeiro impacto no resultado final. Dois dias antes, o Sporting amealhou mais dois pontos do que devia, com um golo muito para lá do final do tempo de descontos. Hoje estaria a 7 pontos e não a 5, mas ainda reclamam.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.