Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

RAPIDINHA

“Stalin assinava um acordo secreto com Hitler. Nove dias depois, começava a II Guerra Mundial”. São os FdP (Fanáticos da Propaganda), uma vez mais, prostrados de quatro e levar com os bacamartes de Washington e a latir a sua propaganda. É verdade que Estaline assinou um acordo com Hitler, em Agosto de 1939. Mas em que consistiu esse acordo? E já que falam na II Guerra Mundial, como é que ela acabou? Não me digam que foi com o desembarque na Normandia… Ah! Os heróis da Normandia!

"God Save the Queen, man"

Há uns anos, aquando da visita do então Presidente dos EUA - Donald Trump - ao Reino Unido aconteceu um pequeno incidente, que foi massivamente reportado por toda a comunicação social, como algo inaceitável.

Trump caminhou à frente da rainha, por uns míseros segundos, tendo-se apercebido imediatamente que a situação não estava de acordo com as regras da etiqueta e corrigido o pequeno percalço. De salientar ainda que o incidente terá sido provocado pela própria rainha Isabel II, que terá dado indicação a Donald Trump para que este se colocasse à sua frente.

Na altura, a nossa nobre e competente comunicação social noticiou o momento como mais uma demonstração de prepotência, de falta de respeito e de misoginia por parte de Donald Trump.

Agora, depois de ter faltado à cerimónia de coroação do rei Carlos III, o actual Presidente dos EUA - Joe Biden - visitou o Reino Unido e protagonizou um momento “parecido” com o de Donald Trump. Ou melhor, um momento aparentemente parecido, já que Biden não só caminhou à frente do rei Carlos III, como nem sequer esboçou uma tentativa de corrigir o incidente, tendo-se mantido na frente do rei até ao final da revista, altura em que ainda ignorou por completo as instruções de Carlos III (por duas vezes), que estava visivelmente preocupado e empenhado em evitar vergonhas de maior dimensão para Biden.

A nossa nobre e competente comunicação social não fez qualquer referência ao incidente. E tudo aquilo que noticiaram sobre a visita de Biden foram maravilhas.

3 comentários

Comentar post