Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Há leões e leões

Mais uma arbitragem escandalosa a favorecer o Sporting e a comunicação social pouco ou nada falou sobre o assunto. E quando falou foi para passar a mão pela cabeça do árbitro e do VAR, ou seja, para normalizar uma arbitragem vergonhosa. São já inúmeras as vezes que o Sporting foi beneficiado esta época. Por exemplo, no jogo da primeira volta em Alvalade, precisamente contra o Farense. Só os leões de Faro já tiveram que contribuir por duas vezes para o peditório dos outros leões.

No jogo da passada sexta-feira, aos 21 minutos, quando o resultado ainda estava em branco, Abner é atropelado por Coates na área do Sporting. O árbitro e o VAR mandaram seguir com a festa.

farspo2.jpg

Aos 43 minutos, nova falta para grande penalidade na área do Sporting. Desta feita, falta de Nuno Mendes sobre Tomás Tavares. Nuno Mendes toca de forma consistente no pé de apoio de Tomás Tavares e nem sequer chega a tocar na bola. Mais um penálti claro que ficou por assinalar.

farspo3.jpg

Para coroar a brilhante arbitragem, Hugo Miguel concedeu apenas três minutos de tempo extra, não fosse o diabo tecê-las. Três minutinhos apenas, quando era mais do que exigido que fossem concedidos pelo menos seis minutos de descontos. Foram seis as substituições (todas na segunda parte), mais uma eternidade de tempo para analisar o lance do golo anulado ao Farense, mais a eternidade de tempo que os jogadores do Sporting perderam com sucessivos atrasos na reposição da bola em jogo - o chamado antijogo. Mas isso seria apenas se fosse ao contrário.

E para que não restasse nenhuma dúvida sobre a intenção do senhor árbitro relativamente à subtracção do tempo de compensação, ele decidiu terminar o jogo ainda antes de esgotar os três minutinhos concedidos por ele próprio.

farspo1.jpg