Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Internem o homem já!

biden_lost.jpg

O Presidente dos EUA é, por definição, um fantoche – o maior entre todos - articulado pelas manápulas do poder capitalista. Isso é uma evidência que já leva décadas. Mas a situação actual ganha outros contornos, quando na cadeira presidencial dos EUA se encontra um indivíduo que acusa vários problemas mentais. Joe Biden tem vindo – pelo menos desde o início do seu mandato - a comportar-se como um indivíduo que fugiu do manicómio. E não há nada de errado em dizê-lo, ou seja, não é errado afirmar que Joe Biden sofre de demência. É tão óbvio. Aliás, aquilo que não se compreende é como pode ser possível continuarem a manter uma pessoa com tantos problemas mentais no cargo. Isso é que é extremamente grave, especialmente devido ao contexto internacional actual e também por constituir uma tremenda falta de respeito pela própria pessoa. Joe Biden precisa de tratamento urgente.

Só nas últimas semanas foram inúmeras as vezes em que Joe Biden meteu os pés pelas mãos, tendo cometido várias falhas graves, que não são aceitáveis numa pessoa que ocupa aquele cargo.

Há não muito tempo, Joe Biden ameaçou que atacaria a China, agora, na visita a Israel tratou de ameaçar o Irão. Portanto, num contexto actual de guerra, onde os EUA combatem a Rússia por interposta nação, o Presidente dos EUA decide avançar com ameaças à China e ao Irão. A isto, junta-se-lhe a constante pressão exercida pelo Pentágono e pela comunicação social ocidental, ao trazerem constantemente o tema das armas nucleares para cima da mesa. Os cidadãos de Nova Iorque até já foram avisados para estarem preparados para um eventual ataque nuclear.

Joe Biden está claramente afectado por graves problemas de demência, mas aqueles que permitem que ele continue no exercício de funções não estão muito melhor.

Importa ainda referir que a comunicação social nem sequer fala no assunto. Já alguém se perguntou por que razão a comunicação social não refere nenhuma das muitas gafes cometidas por Joe Biden? E os humoristas? Por onde andam os humoristas - e costuma haver um em cada esquina sempre pronto a satirizar – que estão sempre a protestar contra os limites do humor, mas que são os primeiros a “auto-impor” os seus próprios limites? Afinal, parece que há coisas sobre as quais eles não falam – NENHUM deles. Incrível, não é?

Lembram-se quando George W. Bush cometia uma gafe? Meu Deus! Faziam-se obras aristofânicas à volta do assunto. E se fosse Donald Trump a comportar-se como agora se comporta Joe Biden? Ui! De certeza que já haveria milhões nas ruas a gritar por “Impeachment”. E a comunicação social a fazer a devida cobertura, de manhã à noite.

É nesta sociedade demente que as pessoas querem viver?

4 comentários

Comentar post