Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Mais uma Assunção de reforma para Esteves?

Ontem decorreu na Assembleia da República a última sessão plenária desta Legislatura. A Presidente da AR, Assunção Esteves, despediu-se de todos os deputados afirmando que: "presidir ao Parlamento foi a maior honra da minha vida".

 

Pudera! Trabalhinho santo, constituído por leituras engasgadas das Ordens de Trabalho que lhe colocaram à frente e mais umas quantas citações de Simone de Beauvoir. Assunção Esteves regrou o seu mandato na presidência da AR numa descarada subserviência aos partidos da maioria e do governo, constituindo-se quase sempre como um agente político sem isenção. Em vários momentos, não conseguiu esconder os seus tiques fascistas impondo a sua prepotência às pessoas que se manifestavam nas galerias. Certamente que teria outra atitude se as pessoas fossem lá bater palmas ao Passos Coelho. Teve ainda, pelo menos um episódio, em que insultou as pessoas que se encontravam nas galerias da AR. Creio que nenhum Presidente havia chegado a esse ponto. E tudo passou em claro. Inaceitável.

 

Mas, Assunção Esteves mostrou-se muito satisfeita com o "seu protagonismo" e, acima de tudo, muitíssimo honrada com a experiência. Eu acho que ela já está a pensar no recebimento de uma nova reforma. Para quem está reformada desde os 42 anos com a insignificante quantia de €7.255,00 (razão pela qual abdicou do salário de Presidente da AR), isto agora é sempre a somar créditos...

 

Ai ai... como dizia Simone de Beauvoir, "o mais escandaloso dos escândalos é que nos habituamos a eles"

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.