Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Manter a hora de Verão não significa Verão todo o ano

Mas que grande confusão que pra aí anda com esta história do fim da mudança da hora. Não sabemos se Jean-Claude Juncker estava sob um ataque de ciática, na altura em que defendeu que o horário de Verão deveria ser para todo o ano, alegando que é essa a vontade de milhões de pessoas, mas a verdade é que a Comissão Europeia vai tentar avançar com a ideia.

 

De facto, essa parece ser a vontade de muita gente, isto, fazendo fé no que dizem as sondagens de opinião, tal como aconteceu no inquérito feito pela própria Comissão Europeia. O problema é que este inquérito foi realizado cirurgicamente no pico do Verão e as pessoas responderam de acordo com a vontade imediata que é, mais ou menos isto: “Quero o horário de Verão, porque assim será Verão todo o ano”.

 

Pois. Mas não será. A verdade é que o horário de Verão é o mais desfasado do horário natural ou, se preferirmos, do horário solar. O nosso organismo estará muito mais apto a corresponder àquilo que é natural e que tem a ver com o horário solar, pelo que o horário de Inverno seria o mais adequado. Na verdade, não existem duas mudanças de hora. Nós alterámos a hora em Março (+ 1 hora) e em Outubro (- 1 hora), por essa razão considera-se que há duas mudanças, mas na realidade a segunda alteração (a de Outubro) é apenas a reposição daquele que é o horário padrão, decorrente da mudança efectuada em Março. A hora de Verão é uma invenção mais ou menos recente que teve por base alguns princípios interessantes, mas daí até querer uniformizá-la vai alguma distância.

 

Percebe-se a ideia de se querer que no Inverno a noite não caia tão cedo, contudo, há um preço a pagar por isso, que é termos o Sol a nascer por volta das 9 horas, algo que me parece completamente absurdo e contranatura.

 

Por mim, as coisas podem ficar como estão. Não entendo as razões que levam tantos a queixarem-se das mudanças de hora actuais, mas se quiserem mudar, que mudem, para a hora de Verão ou para a de Inverno, a mim tanto me faz. Eu até nem uso relógio.