Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

RAPIDINHA

Um vintém é um vintém, um cretino é um cretino.

"Não há nenhuma razão para alarme"

dgs_22112021.jpg

Ontem, Segunda-feira (dia de revisão em baixa), o número de novos casos de Covid-19 registados foi de 1.475. Ora, isto leva-nos a considerar a hipótese de Portugal já ter ultrapassado a fasquia dos 3.000 casos diários, aquela que os especialistas previam que fosse atingida apenas daqui a um mês. Considerando o padrão de progressão dos números, eu diria que já estamos bem acima dos 3.000 casos diários. Os próximos dias o confirmarão ou não.

Aquilo que já não cabe no âmbito das previsões, porque é factual, tem a ver com aquilo que é e sempre foi o mais preocupante nesta pandemia, ou seja, os internamentos e as mortes. Em apenas dez dias, o número de internamentos subiu cerca de 65%, sendo que em UCI subiu cerca de 45%. Já o número médio de óbitos quase que duplicou em dez dias, sendo que ontem, o número de mortes foi precisamente o triplo verificado dez dias antes. Eu recordo que o tempo frio só agora chegou. Se estas abruptas taxas de crescimento não são preocupantes...

Mas está tudo bem. Não se passa nada. E o discurso continua a ser o de que Portugal está a sair desta pandemia.