Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

"Não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte"

Há quem diga que o futebol é uma religião. Há quem diga que a religião cega. E também há quem diga que o pior cego é aquele que não quer ver.

 

Tudo isto vem a propósito do processo instaurado pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) ao treinador do Marítimo, Petit, por este ter admitido que dois dos seus jogadores (Joel e Edgar Costa) provocaram de forma deliberada a amostragem de cartões (a eles próprios), no jogo contra o Feirense.

 

Petit disse que fazia parte da estratégia que ambos ficassem de fora, por castigo, no próximo jogo frente ao Benfica e, assim, ficarem com a folha limpa para os restantes jogos que faltam disputar. Recordemos que a mesma estratégia foi adoptada antes do jogo frente ao FC Porto, só que desta vez, Petit parece ter morrido pela boca, tal como o peixe.

 

Vejamos, toda a gente sabe que esta “estratégia”- a de limpar a folha de jogadores que estão à bica - é prática corrente no futebol, por todo o lado, não é só em Portugal. No entanto, parece que não se pode admitir tal facto. Pode-se fazer que não há mal nenhum, mas não se pode assumir, porque isso coloca em causa a verdade desportiva.

 

Pelo menos, é esse o entendimento da FPF que, talvez por estarmos na altura da Páscoa, pretende crucificar o treinador Petit, por este ter admitido uma verdade que sempre esteve à vista de todos. Que sacrilégio!

 

Ora, imbuído do mesmo espírito pascal, eu gostaria de citar Jesus Cristo, numa das suas frases sábias: “Não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte…”. Dois mil anos depois, ainda há quem faça de conta que a cidade não está lá, imponente, em cima do monte e à vista de todos.

 

A hipocrisia está de tal forma entranhada, que a sinceridade até parece crime.

 

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.