Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

O desfile de vaidades

Para assinalar os 100 do Armistício da Primeira Guerra Mundial, decorreu ontem em Lisboa um enorme desfile militar (consta que o maior de sempre), onde desfilaram militares das Forças Armadas, militares da GNR, polícias da PSP e ainda alguns ex-combatentes.

 

Poderia começar por dizer que os 100 anos do Armistício completam-se apenas no próximo dia 11, mas aceitemos que a diferença de uma semana em cem anos tem pouco significado. Afinal, o que é uma data? Cordões brancos nas botas sim, isso é que não pode falhar.

 

Mas o que me leva a escrever sobre este assunto tem mais a ver com o facto de não vislumbrar nenhum interesse nesta parada militar. Para quê gastar tanto dinheiro num desfile absolutamente inútil? Creio que existem formas mais eficazes e justas de reconhecer o valor daqueles que tiveram que combater.

 

Mas, optou-se por fazer algo com pompa e circunstância, centrando as atenções nas actuais Forças Armadas, que andam pela rua da amargura. É que houve lugar a faustosas palavras para quase todos, rasgados elogios para muitos e até afectuosas palavras presidenciais, mas nem uma que fosse para os antigos combatentes do Ultramar.

 

Quanto ao desfile não achei grande pistola, para usar uma linguagem apropriada. Dizem que foi uma coisa grandiosa e nunca vista. Pois para mim, só se foi mesmo pelo número de militares que incorporaram no desfile, porque de resto, foi o mesmo de sempre. Um enfadonho desfilar de militares que pedem licença a uma perna para fazer marchar a outra, movimento este não raras vezes acompanhado pela deslocação dessincronizada dos braços. Isto para não falar na quantidade de militares barrigudos, que evidenciavam um meritório esforço na tentativa de vislumbrarem a biqueira das botas.

 

Enquanto passava os olhos no desfile, só me conseguia lembrar da forma como os militares norte-coreanos desfilam. Aquilo sim. São paradas militares de encher a vista.

 

Agora, aquilo de ontem foi mais um desfile de vaidades que outra coisa. Tinha mesmo que ser na Avenida da Liberdade.

1 comentário

Comentar post