Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

RAPIDINHA

A cotação do petróleo continua em queda, mas os combustíveis vão aumentar. Porquê? Porque sim. Além disso, o Euro2024 está a começar e andam todos distraídos a bater palmas ao autocarro da selecção... portanto, é uma boa altura para aumentar os preços.

O Estado a que chegámos

marcelo_rtp.jpg

Um indivíduo que é filho e afilhado do fascismo – e que por sinal também é monárquico – é o Presidente da República. Provavelmente, o Presidente que esta democracia merece.

Numa entrevista à RTP, Marcelo Rebelo de Sousa referiu que “sabia-se [em Abril de 1974] que mais semana, menos semana, a revolução iria acontecer”. Poucos minutos depois, o mesmo Marcelo diz que “a polícia política não teve a noção…”.

E quando António José Teixeira lhe perguntou – em tom de afirmação – se tinha alguma informação do regime, já que o seu pai (Baltazar Rebelo de Sousa) era ministro do ultramar, Marcelo respondeu: “É… mas… a informação do regime era nula”. Marcelo não sabia de nada acerca do regime. Marcelo não tinha nenhuma ligação ao regime. Apesar de seu pai ser ministro do regime e o seu querido “padrinho” ser o Presidente do Conselho.

Parece que Marcelo não falava muito com o pai, nem com o “padrinho”. Marcelo não ligava muito aos fascistas e o mais certo é que naquela altura não trocasse uma única palavra com o seu pai, tal como agora – segundo ele próprio - não troca com o seu filho, o “doutor Nuno Rebelo de Sousa”.

Para abrilhantar ainda mais a verborreia, Marcelo afirmou – perante a imprensa internacional – que “o primeiro-ministro António Costa era lento, era oriental. Os orientais são lentos.”.

Se algum dos presentes lhe retorquisse que os orientais são até bastante rápidos, por exemplo, os chineses e os japoneses, creio que Marcelo não resistiria em dizer: “Ah, claro, esses são rapidíssimos. Eu estava a referir-me aos monhés”.

É o Estado a que chegámos.

marcelo_lento_oriental.jpg