Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Ó Pires, decide-te!

Pires de Lima, no pico de toda a sua fanfarronice, veio a público afirmar que a greve dos pilotos da TAP foi um fracasso, e que os responsáveis por esse (suposto) fracasso deveriam assumir as responsabilidades. Todos percebem que Pires de Lima pretende ver a demissão dos responsáveis do sindicato. 

Como bom direitista que é, Pires de Lima não suporta sindicatos (sejam eles quais forem) e não perde uma oportunidade para salientar esse facto e, tentar a qualquer custo, colher dividendos para alimentar o seu despudorado facciosismo.

Pires de Lima e todo o farrancho de direitistas andam por aí a apregoar que a greve dos pilotos da TAP foi um fracasso mas, simultaneamente, acusam aqueles que fizeram a greve de serem os grandes responsáveis por um prejuizo de 35 milhões de euros na transportadora aérea e por muitos outros milhões no sector do turismo... 

Daí o meu repto ao senhor ministro da economia (em representação de toda a sua facção): Ó Pires, decide-te!

Sol na eira e chuva no nabal? Isso também eu queria!

Pires de Lima e este governo, querem usar esta greve como a "gota de água" que levará à privatização desbaratada da TAP. O secretário de estado dos transportes já havia dito que a TAP seria vendida pelo valor que dessem por ela. Bem, um governante que faz uma afirmação destas devia morrer de vergonha. Onde está a sua capacidade negocial? Onde está a sua obrigação de defender o que é público? De defender um património que é de todos? Estes bandalhos nem sequer são capazes de disfarçar os interesses que realmente defendem.

Portanto, para esta gentinha a greve foi um fracasso, mas causou milhões de prejuizo e danos irreparáveis. Decidam-se! Ou uma coisa ou outra. Querem matar dois coelhos com um só tiro? 

Vá lá! O povo ficará contente apenas com um coelho morto. Agora, escolham bem...