Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

O que move Marcelo?

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, não perdeu tempo e foi logo visitar o ferido grave, vítima do incêndio de Vila de Rei, que se encontra hospitalizado no Hospital São José em Lisboa.

Marcelo, que não consegue despir a fatiota de comentador, até esteve em directo, via telefone, num bloco noticiário de um canal de televisão. 

Mas voltemos à questão da visita ao hospital. Por que razão o senhor Presidente da República entende que é seu dever visitar uma vítima de um incêndio que acaba de ser hospitalizado? E, logo de seguida, vir papaguear para as câmaras de TV. O que move Marcelo Rebelo de Sousa a actuar desta forma?

Qual a diferença entre uma pessoa que é vítima de um incêndio florestal e outra que caiu de um andaime numa obra? Ou uma pessoa vítima de um acidente de viação? Ou qualquer outra pessoa vítima de um azar qualquer, que a levou ao internamento hospitalar e ao risco de vida? Terá Marcelo aproveitado a sua deslocação ao hospital para visitar e inteirar-se do estado de saúde de todas as outras pessoas que lá se encontravam? Pelo menos, aquelas que se encontram em situações de maior fragilidade.

Será que o senhor Presidente da República tem, na sua cabeça, uma hierarquia das vítimas? Não creio que seja isso, mas também não consigo vislumbrar o que move Marcelo. Não acredito que o Presidente da República se mova por questões de mediatismo. Isso não tem nada a ver com a sua personalidade.

O que será então?

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.