Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Os doentes também estão em greve?

Os enfermeiros estão em greve desde a Segunda-feira passada até à próxima Sexta-feira. Assim está bem. Se é para fazer greve há que fazê-lo em grande, nunca menos de 5 dias seguidos. Esta greve tem algumas particularidades, entre as quais se pode destacar o azedume que existe entre a classe dos enfermeiros e a classe médica. Contudo, há um traço comum entre esta greve e as greves que os médicos costumam fazer - o facto de NUNCA uma greve destas duas classes profissionais englobar dias feriados e fins-de-semana. Isto é relevante, se considerarmos que uma das eternas queixas destas duas classes é o facto de trabalharem muitas horas, vários turnos, não terem feriados nem fins-de-semana.

 

A actual greve (em curso) tem uma outra singularidade que merece ser destacada. Desde Segunfa-feira que tenho ouvido vários enfermeiros afirmarem que "os serviços estão garantidos, que os blocos operatórios não estão fechados e que nenhum doente está sem acompanhamento". Estas afirmações têm sido reproduzidas diariamente para as câmeras de televisão, enquanto se pode ver a multidão de enfermeiros sorridentes, aos saltos e a entoar cânticos de claque e/ou caloirada.

 

Ora, impõe-se perguntar se os doentes também estão em greve. Veja-se, mais de 80% dos enfermeiros então em greve, no entanto, os próprios referem que os serviços não estão em risco e que nenhum doente está sem acompanhamento de enfermagem. Bem, das duas uma, ou há excesso de enfermeiros no SNS ou então os doentes estão solidários com os enfermeiros e também estão em greve.

 

Afinal há outro traço comum entre as greves de enfermeiros e as greves dos médicos: ambos referem, SEMPRE, que os serviços e os cuidados aos doentes não estão postos em causa. Não vá alguém lembrar-se de acusá-los de imoralidade ou antiética...

2 comentários

Comentar post