Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

RAPIDINHA

Portugal está com Israel?

gomescravinho_israel.jpg

A filial de Washington em Bruxelas executou mais uma missão de apoio ao genocídio que Israel tem vindo a desenvolver na Faixa de Gaza. Volta e meia, lá vai um grupelho de políticos merdalhas europeus cumprir a agenda de propaganda de Washington. E desta vez coube ao chega-rebos João Gomes Cravinho – o portuguesito armado em Ministro dos Negócios Estrangeiros, que só mesmo por milagre não se encontra atrás das grades – desempenhar o ridículo e repugnante papelão de prestar vassalagem ao regime fascista de Netanyahu e, por extensão, aos mestres da guerra em Washington.

Este escroque foi a Israel – um Estado apartheid, fascista e terrorista – dizer que “Portugal está com Israel”.

Alguém que informe a este paspalho (com os dias contados), que Portugal não está com Israel. Pelo menos, uma boa parte de Portugal não está com Israel. Gomes Cravinho está seguramente muito satisfeito com toda a campanha genocida do fascista Netanyahu. É a cara dele. E mesmo que se esforçasse muito, muito, muito, não o conseguiria esconder. Mas que não se atreva a usar o nome de Portugal para apoiar os ímpetos racistas, fascistas e genocidas do governo israelita.

A boa notícia é que não teremos que aturar este merdoso por muito mais tempo. E, espero bem que a justiça saiba fazer o seu trabalho e enviá-lo para o lugar onde ele merece estar.