Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Quem quer treinar o FCP?

Há uns anos atrás, qualquer treinador português diria que sim, sem pestanejar, a um convite de Pinto da Costa. E não apenas os treinadores portugueses, também muitos estrangeiros desejavam a “cadeira de sonho”, assim apelidada por André Villas-Boas. A cadeira de treinador do FCP até podia ser um sonho, mas Villas-Boas recusou-a mais do que uma vez, primeiro porque lhe apresentaram um projecto mais ambicioso e mais dinheiro, depois foi somente pelo dinheiro.

 

A realidade é que, actualmente, depois de quatro épocas sem ganhar absolutamente nada e, sobretudo, depois de se ter tornado um matadouro de treinadores, o FCP deixou de “apetecer” tanto aos treinadores, mesmo àqueles menos credenciados.

 

O verdadeiro problema do FCP não se reduz ao facto de não ter ganho nada em quatro épocas consecutivas, mas sim ao total desnorte da estrutura directiva do clube. Pinto da Costa tem-se mostrado um presidente sem garra, sem fôlego e ninguém o pode culpar por já não ter a mesma clarividência. Contudo, cabe a si rodear-se de pessoas competentes que o auxiliem na tomada de decisões, algo que não tem acontecido, muito pelo contrário. O FCP de hoje (e dos últimos anos) está entregue a gente incompetente e refém das suas inaptidões e falta de idoneidade. Talvez já só reste a Pinto da Costa fazer um último grande favor ao FCP, sair e levar com ele toda a tralha que acumulou ao seu redor nestes últimos tempos.

 

É essencialmente por isso que o clube perdeu a mística dos melhores tempos. E todos os anos é o mesmo flagelo. Assim que termina mais uma época, o FCP vai à procura de um novo treinador, e o filme é sempre o mesmo. Nomes e mais nomes. Convites e mais convites (a maioria recusados) e o desfecho é o que já se sabe, acabará por vir parar à “cadeira de sonho” a décima sétima escolha que, invariavelmente, terá o mesmo desditoso desenlace.

 

Aguarda-se com expectativa que Pinto da Costa anuncie o nome daquele que, muito ponderadamente aceitará o desafio. O que começa mal dificilmente acabará bem.

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.