Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

RAPIDINHA

Querem mais provas de uma comunicação social vendida?

protestar_é_fascismo.jpg

Quem manda no mundo ocidental – desde sempre – são um pequeno grupo de oligarcas que são comummente apelidados de grandes empreendedores ou génios disto ou daquilo. Para os patetas que controlam a narrativa ocidental, oligarcas só existem na Rússia.

Este criminoso bando de oligarcas ocidentais controla todo o poder político e toda a comunicação social. E é por essa razão que nunca se viu tantos carneirinhos amestrados, a fazer tudo aquilo que eles lhes dizem para fazer.

Mas ainda muito pior que isso é constatar que, desde há algum tempo, todos quantos se atrevem a protestar contra o poder instituído são automaticamente rotulados de “fascistas”, “populistas”, “extrema-direita” ou até mesmo de “anti-semitas”. A vendida e sodomizada comunicação social tem um rótulo para aplicar a todos quantos se atrevam a pôr em causa o poder estabelecido.

E aqui fica mais um exemplo. Um belo exemplo daquilo que é o actual “jornalismo”, a “liberdade de imprensa” e a “democracia” que se vive no “mundo ocidental”. O massivo protesto dos agricultores em vários países europeus não é um protesto democrático contra o actual poder. É "mais um tónico para a extrema-direita". Tal como todos aqueles que criticam a administração Biden são "pró-Trump" e de "extrema-direita", tal como todos os que criticam o regime de Zelensky são "pró-Putin" e de "extrema-direita", tal como todos os que criticam Israel são "anti-semitas", ou ainda, tal como todos os que criticaram as medidas fascistas impostas pelo poder durante a pandemia também era "chalupas de extrema-direita".

Já agora, saliente-se o facto de a comunicação social só há poucos dias ter começado a dar algum destaque ao protesto dos agricultores. Para quem não sabe, o protesto dos agricultores contra as políticas europeias começou há vários meses.

Democracia saudável é aquela em que todos obedecem caladinhos, sem um único protesto e a balir muito afinadamente a cantiga do pastor.

Se esta comunicação social estivesse ao serviço há 50 anos, teria dito que a Revolução de Abril foi uma rebelião perpetrada por um grupo de fanáticos de extrema-direita. 

3 comentários

Comentar post