Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Se apenas houvesse vacinas chinesas, russas e cubanas

Façamos este pequeno exercício de imaginação: consideremos a actual realidade da situação pandémica no mundo, mais concretamente o processo de vacinação em curso. Agora, adicionemos uma alteração – todas as vacinas são provenientes da China, da Rússia e de Cuba.

Como estaria o resto do mundo – sobretudo o mundo ocidental – a lidar com o facto de o processo de vacinação universal estar irremediavelmente atrasado? O que estaria a ser dito sobre as patentes? Estariam os principais agentes políticos, as autoridades da saúde e os grandes laboratórios (norte-americanos e europeus) a argumentar que só assim se pode garantir a continuidade da investigação científica e a segurança das vacinas?

A propósito da situação actual, como é possível que vários líderes políticos (de diferentes países, incluindo Portugal) continuem a sustentar a ideia de que os laboratórios farmacêuticos só se sentirão impelidos a desenvolver investigação científica se souberem que é para lucrar milhares de milhões, porque o facto de estar em causa o desenvolvimento de uma vacina que pode salvar a vida a milhões de pessoas não constitui motivação suficiente, para essa gentinha boa. Como é possível aceitar e ser conivente com esta pandilha que só está interessada em lucrar – e muito – com a pandemia?

E como é possível que a comunicação social nem sequer ouse tocar levemente neste assunto? Será que ainda existem jornalistas livres neste país? Ou já só fazem "jornalismo" pré-pago e à medida?

1 comentário

Comentar post