Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Selecção em estágio. Ronaldo de férias.

Estamos a uma semana do arranque do Campeonato da Europa de Futebol, sendo que o primeiro jogo da selecção nacional será a 14 de Junho. A maioria dos jogadores convocados por Fernando Santos encontra-se no habitual estágio de preparação há vários dias, tendo já participado em dois dos três jogos de preparação que a FPF agendou (Noruega, Inglaterra e Estónia).

 

Toda a gente compreende a importância que este curto período de estágio tem na preparação de uma competição com esta envergadura, pelo que, normalmente, mal terminem as competições de clubes, os jogadores entram logo em estágio, sem direito a férias. As férias vêm depois do final da competição, portanto, a partir de 10 de Julho (para quem chegar à final), os outros poderão começar antes, conforme vão sendo eliminados da competição.

 

Mas na selecção portuguesa não são todos iguais, uns têm direito a uma semaninha de férias, mesmo antes de a competição começar. É claro que me refiro a Ronaldo e Pepe, sobretudo, Ronaldo, já que o Pepe só está de férias para justificar a ausência do CR7. É certo que a temporada de ambos terminou um pouco mais tarde, devido à participação do Real Madrid na final da Liga dos Campeões. Contudo, parece-me que conceder uma semana de férias nesta altura é manifestamente imprudente e injusto. O Nani também terminou a época mais tarde (apenas dois dias antes de Ronaldo e Pepe) e já se encontra a trabalhar com a selecção e até já jogou. Além disso, não dizem por aí que o Ronaldo é o jogador mais afincado e trabalhador do mundo? Que treina e se esforça muito mais que os outros? Que quando os outros já acabaram o treino ele ainda fica a afinar a pontaria à baliza, e tal e coisa? Uma máquina a treinar e a jogar…

 

Pois é… mas isso parece acontecer apenas nos clubes por onde passa. Para efeito das competições da selecção nacional, Ronaldo não precisa de treinar, precisa é de umas boas férias, banhos, massagens, passeios de barco, etc. Mesmo que isso fosse garantia de que vai estar em melhor forma aquando do início da competição, a ausência do capitão não é boa para o grupo de trabalho, pelo que já deveria estar inserido nas rotinas diárias, fomentando o espírito de grupo e a integração dos novos jogadores. Inclusivamente, passando-lhes alguns ensinamentos. Então, desaproveita-se assim a presença do "melhor do mundo"?

 

Ronaldo e Pepe integram o grupo de trabalho só no próximo Domingo, onde deverão chegar com o habitual aparato mediático, como se se tratasse da chegada do D. Sebastião da Bola.

 

Veremos como se vão comportar no decorrer da competição, se for como no último Mundial, acabaremos por concordar que deveriam continuar de férias até Agosto.

 

Para já, uma coisa podemos aferir com toda a certeza, seja quem for o seleccionador, Ronaldo faz o que quer lhe apetece. Se lhe apetecer jogar, mesmo estando lesionado, fá-lo. Nunca é substituído. Imiscui-se na escolha dos convocados e interfere na escolha dos titulares. E ainda decide quem direito a fazer-lhe companhia no jacúzi.

 

Não acreditam? Perguntem ao Carlos Queiroz.