Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Sócrates a Presidente?

Com o aproximar das eleições presidenciais e antevendo-se que José Sócrates estaria prestes a ser libertado, muitos foram aqueles que se puseram a vaticinar que Sócrates poderia ainda tornar-se num candidato presidencial.

 

Após a notícia da sua libertação, vários comentadores profissionais abordaram essa possibilidade como sendo algo sem cabimento. Mas, a verdade é que não deixaram de falar no assunto. Porquê? Porque são muitos os que gostariam de ver José Sócrates candidatar-se a Presidente da República (também não será menos verdade que outros tantos não gostariam nada que isso acontecesse).

 

Para mim, Sócrates seria um bom candidato. Não vejo nenhum melhor que ele na corrida, e já são muitos. Há por aí muita gente que já dá como garantida a eleição de Marcelo Rebelo de Sousa na primeira volta. Não fossem as habituais subservientes campanhas de apoio aos candidatos da Direita, levadas a cabo pela esmagadora maioria da comunicação social, juntando-se-lhe uma perversa e negra campanha contra a pessoa de José Sócrates, levada a cabo por uma certa facção judicial conluiada com uma certa cor política que comanda a mesma esmagadora maioria da comunicação social, e José Sócrates daria uma abada a qualquer candidato que a Direita apresentasse. Eu diria mesmo que, a Direita poderia concorrer com Marcelo e Rio e, no final, ainda juntar os votos que o Cavaco teve nas últimas eleições, ainda assim José Sócrates venceria largo. E seria tão interessante ver Sócrates na presidência, sobretudo depois de Cavaco nomear Passos Coelho como primeiro-ministro de um governo minoritário.

 

Bem, o que não faltam são candidatos e verdade seja dita, a partir de Cavaco Silva, qualquer português tem condições para ocupar o cargo de Presidente da República. É o único mérito que reconheço à já longa e pérfida carreira política de Cavaco, isto é, o facto de ter tornado presidenciável qualquer português, qualquer um será sempre melhor que ele, até mesmo Paulo Portas.