Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

RAPIDINHA

“Stalin assinava um acordo secreto com Hitler. Nove dias depois, começava a II Guerra Mundial”. São os FdP (Fanáticos da Propaganda), uma vez mais, prostrados de quatro e levar com os bacamartes de Washington e a latir a sua propaganda. É verdade que Estaline assinou um acordo com Hitler, em Agosto de 1939. Mas em que consistiu esse acordo? E já que falam na II Guerra Mundial, como é que ela acabou? Não me digam que foi com o desembarque na Normandia… Ah! Os heróis da Normandia!

A infinita cretinice

Dos políticos, aos jornalistas, aos comentadores avençados

28.03.23 | contrário | ver comentários (4)
Há poucos dias, Vladimir Putin anunciou que a Rússia vai colocar armas nucleares tácticas na Bielorrússia. Esta comunicação do Kremlin só poderia ter a reacção que teve no mundo histérico ocidental. O “jardineiro” Josep Borrell – representante da União (...)

Eis que Trump demonstra ser o adulto na sala

Quando os políticos mais adultos e responsáveis na sala são Trump ou Erdogan...

17.10.22 | contrário | ver comentários (10)
O mundo encontra-se na situação que todos conhecem e o que faz o Presidente dos EUA? Joe Biden opta por enveredar pela escalada bélica – para o último patamar – e clama pelo armagedão. Por outro lado, o anterior Presidente dos EUA, Donald Trump clama por (...)

Nuclear bom, nuclear mau

22.09.22 | contrário | ver comentários (1)
Após o recente discurso à nação efectuado por Vladimir Putin choveram as habituais e ferozes críticas dos políticos da União Europeia, do Reino Unido e dos EUA, que acusaram e desataram a bater no Presidente da Rússia, por este ter deixado no ar a ameaça de (...)

Internem o homem já!

18.07.22 | contrário | ver comentários (4)
O Presidente dos EUA é, por definição, um fantoche – o maior entre todos - articulado pelas manápulas do poder capitalista. Isso é uma evidência que já leva décadas. Mas a situação actual ganha outros contornos, quando na cadeira presidencial dos EUA se (...)