Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Contrário

oposto | discordante | inverso | reverso | avesso | antagónico | contra | vice-versa

Mensagem de esperança aos novos governantes

28.10.15 | contrário | comentar
Passos e Portas conseguiram constituir um governo, que será empossado na próxima sexta-feira ao meio-dia (depois da missa das 11h), é que entretanto, o Cavaco decidiu ir espairecer as ideias até Roma. Não me espanta nada que venha de lá com ideias imperialistas, (...)

Coligação PàF de novo disposta a encenações com PS

26.10.15 | contrário | comentar
A coligação PàF está novamente disponível para encenações com o Partido Socialista. Há cerca de uma semana, Passos e Portas diziam que não estavam disponíveis para mais encenações com o PS, sustentando que as reuniões entre estas forças partidárias não (...)

Ainda não tomaram posse e PàF... mais uma trapaça!

24.10.15 | contrário | comentar
É claro que me estou a referir à devolução da sobretaxa de IRS, que a coligação PàF anunciou que iria fazer no final deste ano. Durante a campanha eleitoral, a coligação PàF usou como um dos seus grandes trunfos para convencer os eleitores incautos, uma (...)

Alguém viu a Direita por aí?

13.10.15 | contrário | comentar
Por onde andam Passos e Portas? Em que ninho se enfiaram agora os cucos-políticos Marco António Costa e Nuno Melo? A estratégia parece ser a de continuar a fingir-se de mortos.   Quem tem falado e escrito muito sobre a actual situação política são os comentadores, (...)

Coligação versão 7.2

23.09.15 | contrário | comentar
7.2 é o decimal que define a actuação do governo de coligação PSD/CDS. É o ponto culminante das suas desastrosas opções ao longo da sua malograda legislatura. É a cereja podre no topo do bolorento bolo que foi esta governação.   Tantos sacrifícios infligidos (...)

O maior embuste político!

14.07.13 | contrário | comentar
Nas últimas semanas temos assistido ao que se pode classificar como o maior embuste político, desde o 25 de Abril de 1974. Tudo começou com a demissão do ex-ministro da Finanças Vítor Gaspar, seguindo-se o pedido de demissão de Paulo Portas e toda a palhaçada (...)